Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mansão Opus Beverly Hills muda de nome e volta ao mercado por 55 milhões de euros

A Opus era a mais “pequena” das casas da coleção do excêntrico Nile Niami. Foi inicialmente avaliada por 100 milhões de dólares, cerca de 90 milhões de euros.

Com piscina
O exterior da mansão de luxo / Realtor
Autor: Redação

A Opus Beverly Hills era a irmã mais nova do conjunto de megamansões do excêntrico promotor imobiliário Nile Niami. Chegou a avaliá-la por 100 milhões de dólares, mas em fevereiro passado, vendeu-a por 50 milhões de dólares. Agora, o seu novo proprietário, Joseph Englanoff, um médico transformado em investidor imobiliário, batizou-a de 1175 Billionaires ‘Row e está a vendê-la por menos de 60 milhões de dólares, cerca de 55 milhões de euros.

Apesar desta drástica redução no preço original de venda, essa impressionante mansão de luxo com vistas espetaculares de Los Angeles ainda é uma das mais caras da cidade. Além da mudança de nome, a casa também sofreu algumas modificações. Entre as mais proeminentes estão a conversão do que antes era uma adega numa despensa. Alguns dos pavimentos de pedra foram substituídos por tábuas de carvalho, e a escultura "O" exibida na entrada foi removida, e substituída por um esqueleto espetacular de dinossauro.