Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Uma casa pré-fabricada construída com papel reciclado em plena comunhão com a natureza

A Uluwatu Village é um projeto da Stilt Studios.

Stilt Studios
Stilt Studios
Autor: Vicent Selva (colaborador do idealista news)

Uluwatu é o nome dado a um lugar localizado no extremo sul de Bali. Além do ambiente paradisíaco que oferece aos seus visitantes, é um dos pontos de referência para os amantes do surf, com grandes ondas e praias de areia branca, tudo sem deixar de lado outros tipos de lazer, com impressionantes restaurantes e bares nas falésias. Na década de 70 do século XX, essa zona ganhou popularidade entre os surfistas. O cinema foi o responsável, pois foi palco do Morning of the Earth, um clássico do surf de Alby Falzon e David Elfick, de 1971, cujo objetivo original do filme era mostrar as ondas da região.

E foi precisamente aqui que foi construída a Uluwatu Village. Desenhada pela Stilt Studios, é uma espécie de vila moderna com um design único e exclusivo, mas rodeada pela exuberância das florestas naturais, com todo o conforto num ambiente que combina o surf e outros desportos náutico, com o relaxamento de desfrutar de uma das melhores vistas do pôr do sol na ilha. Tudo isso mantendo o maior respeito pelo meio ambiente.

Depois de vários anos a trabalhar para tornar este lugar possível, a Stilt Studios projetou um novo tipo de habitação para a Uluwatu Village, o Tetra Pod Studio, uma pequena casa pré-fabricada que usa papel reciclado tetra pack como material nas paredes e telhado. Bali, como em muitos lugares do mundo, tem um problema com a reciclagem de resíduos, por isso, ao usar materiais reciclados na construção, junto com a madeira, a empresa espera contribuir positivamente para a economia local e circular.

“Todas as estruturas que são desenvolvidas dentro da Uluwatu Village seguem a filosofia Stilt Studios de criar uma experiência de vida única, ao pisar no solo com cuidado e minimizar o impacto ambiental. Isso permite-nos participar numa economia circular, onde os resíduos não são simplesmente descartados, mas são reaproveitados para uso funcional ”, afirmam no seu site.

A casa de 64 m2 funde-se com o ambiente ao fazer uso das características reflexivas dos materiais reciclados, enquanto a planta diagonalmente orientada cria espaços interessantes que trazem o exterior para dentro. O protótipo do Tetra Pod foi construído em apenas oito semanas, já que a maioria dos elementos são pré-fabricados.

Sem surpresa, oferece todos os confortos modernos, incluindo um quarto, casa de banho, cozinha e sala de estar em plano aberto, bem como alguns terraços ao ar livre.