Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Minicasas pré-fabricadas fazem furor em Los Angeles como solução de habitação acessível

Um projeto construído em tempo recorde: apenas 13 semanas.

Lehrer Architects
Lehrer Architects
Autor: Vicent Selva (colaborador do idealista news)

O Chandler Boulevard Bridge Home Village, projetado por Lehrer Architects e o Escritório de Engenharia da cidade de Los Angeles (EUA), é um projeto comunitário inovador desenvolvido num antigo terreno vazio e não utilizado. Esta interessante proposta dos EUA pretende tornar-se numa solução inovadora para amenizar a crise dos sem-abrigo. O projeto conta com 39 casas pré-fabricadas de madeira com capacidade para uma ou duas pessoas.

Projetado e construído em tempo recorde  - em apenas 13 semanas -, o complexo abriu as portas aos primeiros moradores no início de fevereiro de 2021. O resultado é impressionante, principalmente, por dois fatores: as cores vivas e a eficiência logística. O espaço comunitário modelo foi criado com um nível de sensibilidade e beleza de design raro neste tipo de projeto.

“Para nós, projetos como este são estimulantes. As limitações políticas, de tempo e custo eram severas, exigindo extrema disciplina. O nosso foco era honrar, nutrir e restaurar um mínimo de integridade para nossos cidadãos sem-abrigo. Cada movimento foi projetado para agregar valor significativo e ter custos neutros - nesse sentido, a cor é amplamente usada para criar um senso de comunidade e locais de respeito, dignidade e alegria. Projetos para pessoas em todos os níveis da escala social, mas especialmente aqueles que estão num nível inferior, e que lembram-nos continuamente que a beleza é um rudimento da dignidade humana ”, afirma o sócio fundador da Lehrer Architects, Michael B. Lehrer.

Esta nova “cidade” totalmente pré-fabricada foi construída num terreno de formato estranho, na fronteira com uma estrada e perto de um grande parque de North Hollywood. “Visto que muitas vezes há oposição de vizinhos a tais projetos, ter um lugar de importância que mistura e melhora a vizinhança serve para combater noções preconcebidas sobre casas para moradores de rua”. Além disso, uma cerca de arame foi usada para criar padrões gráficos, garantindo privacidade adequada dentro do complexo.

Quanto às casas, a sua montagem é rápida e fácil, e permitem um espaço condicionado privado e autónomo para as pessoas que nelas habitam. Como peças de um quebra-cabeças elaboradas com maestria, elas encaixam-se perfeitamente e agregam valor real a uma propriedade até então subutilizada. Um layout simplificado e eficiente de unidades modulares pré-fabricadas cria espaços coletivos para refeições e reuniões, área de recreação para animais de estimação, chuveiros, casas de banho, lavandaria, armazenamento seguro e assistência no acesso aos serviços da cidade.

Os arquitetos destacam que este é apenas o primeiro deste tipos de projetos. Portanto, é uma versão beta que lhes permitiu investigar e aprender a reduzir custos e melhorar a eficiência em projetos semelhantes, com o louvável objetivo de ajudar quem mais precisa, oferecendo uma casa da forma mais rápida e significativa possível.