Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

ALDI: “Num futuro próximo vamos triplicar o número de lojas para atingir novas geografias”

Ricardo Santos, Managing Director de Marketing e Comunicação da ALDI, diz que a cadeia de supermercados alemã também quer reforçar presença nas cidades onde já se encontra.

ALDI
ALDI
Autor: Elisabete Soares (colaborador do idealista news)

A cadeia de supermercados alemã ALDI iniciou a sua expansão em Portugal pelo Sul e, 14 anos depois, tem 80 lojas espalhadas pelo país. Numa altura em que está a reforçar a sua presença a Norte, Ricardo Santos, Managing Director de Marketing e Comunicação, reforça, em entrevista ao idealista/news, que o objetivo, num futuro próximo, é triplicar o número de lojas, apostando em novas localizações e reforçando a presença nas cidades onde já se encontra.

Quanto às novas localizações e aos investimentos que vão ser aplicados na expansão da cadeia ‘discount’, o responsável não adianta mais pormenores. 

Ricardo Santos, Managing Director de Marketing e Comunicação da ALDI / ALDI
Ricardo Santos, Managing Director de Marketing e Comunicação da ALDI / ALDI

É possível conhecer alguns dos momentos que marcaram o crescimento da cadeia ALDI?  

A ALDI está em Portugal desde 2006 e conta, atualmente, com 80 lojas, com representação geográfica de Norte a Sul do país.  Atualmente temos mais de 2.000 colaboradores nas lojas e serviços centrais e prevemos vir a criar mais postos de trabalho, num futuro próximo, de modo a sustentar o crescimento do número de lojas que temos planeado. 

Qual o investimento já aplicado e o previsto para os próximos anos?

Nos últimos dois anos efetuámos um grande investimento na remodelação das lojas, com o objetivo de melhorar a experiência de compra dos clientes. Todos os supermercados ALDI foram remodelados e adaptados a este novo e moderno conceito de loja ANIKO (ALDI Nord Instore Concept), que tornou as lojas espaços  mais  confortáveis  e  modernos, com uma identificação e organização dos produtos mais simples e clara e com mais espaço para os produtos que os consumidores mais procuram, como por exemplo os frescos ou os produtos de pão e pastelaria. 

“Todos os supermercados ALDI foram remodelados e adaptados a este novo e moderno conceito de loja ANIKO (ALDI Nord Instore Concept)” 
Ricardo Santos

Qual é a estratégia da ALDI para a próxima década em termos de abertura de lojas?  

Temos objetivos bastante ambiciosos para os próximos anos. Num futuro próximo, vamos triplicar o número de lojas, com vista a atingir novas geografias onde ainda não estamos presentes, mas também reforçar a nossa presença em cidades relevantes, onde já estamos representados, bem como reforçar a presença nalguns centros urbanos. Por isso, continuaremos a apostar na criação de postos de trabalho, tanto nas lojas como nos serviços centrais e centro logístico. 

O que distingue os supermercados ALDI em termos de marcas próprias e exclusivas? 

O nosso posicionamento assenta, sobretudo, na oferta de produtos de marcas exclusivas, de elevada qualidade e preços competitivos. Aquilo que nos distingue das outras cadeias é essencialmente a elevada qualidade dos produtos das nossas marcas, a diferenciadora oferta de produtos alimentares e não alimentares de stock limitado, disponíveis semanalmente, e a forte aposta que temos vindo a fazer em categorias como produtos frescos, biológicos, vegetarianos e vegan, sem glúten e sem lactose. 

Em vários pontos do país a ALDI reparte a localização com outras insígnias, tanto nacionais como o concorrente direto, o Lidl, e mais recentemente com a Mercadona, certo?  

A definição geográfica das novas lojas tem sido baseada num forte critério de localização, de modo a servirmos, cada vez melhor, os clientes em termos de conveniência. Temos consciência que, tal como para nós, também para os outros ‘players’ este é um fator relevante. 

Qual a estratégia da ALDI relativamente à incorporação de produtos nacionais? 

Com a conversão para o projeto ANIKO tornámos as lojas mais orientadas às necessidades de consumo dos clientes, trabalhando continuamente para oferecer um sortido cada vez mais adaptado localmente, tentando, assim, corresponder às necessidades do mercado português. 

“Privilegiamos os produtores nacionais em várias categorias, como na fruta e legumes ou na carne fresca, que, neste caso, já conta com mais de 90% de produtos de origem nacional” 
Ricardo Santos

Um exemplo recente é o nosso pão com leitão, uma receita que desenvolvemos em exclusivo, de modo a oferecermos cada vez mais produtos com os quais os consumidores portugueses se identifiquem. E foi distinguido com o prémio Sabor do Ano 2019. 

Privilegiamos os produtores nacionais em várias categorias, como na fruta e legumes ou na carne fresca, que, neste caso, já conta com mais de 90% de produtos de origem nacional. 

A pandemia da Covid-19 está a deixar marcas na forma de funcionamento dos supermercados?  Como é que as lojas ALDI se prepararam e como estão a viver esta nova realidade? 

Vivemos atualmente uma nova realidade e temos de nos adaptar a todas as mudanças que estão a acontecer. Acreditamos que é bastante relevante informar e esclarecer os nossos clientes, antecipar as necessidades e implementar soluções inovadoras. 

Fomos o primeiro supermercado a implementar, a nível nacional, o acesso facilitado às lojas, para os profissionais da linha da frente do combate à Covid-19, disponibilizando um horário exclusivo para o seu  atendimento, e aprofundámos o nosso compromisso de apoio aos produtores portugueses, aumentando cada vez mais a presença de produtos nacionais no nosso sortido de frutas, legumes e carne fresca. 

“Fomos o primeiro supermercado a implementar, a nível nacional, o acesso facilitado às lojas, para os profissionais da linha da frente do combate à Covid-19”
Ricardo Santos

A aposta que fizemos na comunicação através das redes sociais e dos canais de apoio ao cliente foi imprescindível e bastante eficiente, pois permitiu-nos criar um contacto próximo com os consumidores, bem como incentivar e agradecer aos colaboradores, que estiveram sempre presentes na linha da frente. 

Qual foi o volume de negócios registado pela ALDI em 2019?  

O nosso crescimento tem sido bastante positivo nos últimos anos, continuando Portugal a ser uma geografia em que o grupo ALDI Nord, ao qual pertencemos, pretende continuar a apostar.