Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

procurar

A busca encontrou 86 resultados em 4.002 segundos

Resultados da procura

    Investimento em imobiliário comercial a recuperar: passa de 90 para 619 milhões em plena pandemia

    O investimento em imobiliário comercial no país está ao "rubro", registando, de resto, uma "forte recuperação" ao longo do 3º trimestre, com cerca de 619 milhões transacionados. Quase sete vezes mais que os 90 milhões investidos no 2º trimestre do ano, o primeiro a refletir o impacto da pandemia da Covid-19. Os dados foram divulgados no mais recente boletim trimestral de mercado “Market Pulse" da JLL, no qual a consultora analisa trimestralmente o desempenho dos setores de investimento, escritórios, retalho e habitação.

    Notícia sobre:

    Batipart Immo compra portfólio “Alma” ao Grupo Adeo por 500 milhões – são 42 ativos em 4 países

    Os franceses da Batipart Immo compraram 80% da estrutura que integra o capital do portfólio “Alma” ao Grupo (também francês) Adeo, numa operação de ‘sale and leaseback’ avaliada em 500 milhões de euros. O negócio incluiu a compra de sociedades e a aquisição de 42 ativos imobiliários localizados em Portugal, Espanha, França e Itália, arrendados pela Leroy Merlin, Bricoman e Bricomart, revelou, em comunicado, a Morais Leitão (ML), que atuou no negócio em representação dos compradores. 

    Notícia sobre:

    McDonald’s abre restaurante de 700 m2 no Marquês de Pombal – é um dos maiores de Portugal

    É um dos maiores restaurantes McDonald’s em Portugal e na Europa. Falamos do novo espaço da cadeia norte-americana de ‘fast-food’ em Lisboa, em plena praça do Marquês de Pombal, que terá 700 metros quadrados (m2) e encontra-se no edifício Marquês de Pombal 3. 

    Notícia sobre:

    Maior empreendimento logístico em Portugal deve estar a funcionar no primeiro trimestre de 2021

    Estão a desenvolver-se a bom ritmo os trabalhos na Plataforma Logística Lisboa Norte (PLLN), o maior empreendimento logístico que está a ser desenvolvido em Portugal – foi comprada, em 2016, pela Merlin Properties (MP) à Saba Parques Logísticos Portugal, antiga Abertis Logística Portugal –, que contará numa fase inicial com 45.000 metros quadrados (m2) de espaço logístico. As consultoras Savills e CBRE, que comercializam o empreendimento em regime de parceria, adiantam que a PLLN deverá estar a funcionar no primeiro trimestre de 2021.

    Notícia sobre:

    Covid-19 faz mossa mas investiram-se 1.670 milhões em imobiliário comercial até junho, um recorde

    O mercado imobiliário português sentiu o impacto da pandemia da Covid-19 nos primeiros seis meses do ano, tendo havido uma “suspensão generalizada dos processos de tomada de decisão” no segundo trimestre. Mas nem tudo são más notícias, já que foram investidos em imobiliário comercial 1.670 milhões de euros entre janeiro e junho de 2020, um novo máximo histórico semestral. Em causa estão dados que constam no último “Market Update” da Cushman & Wakefield (C&W).

    Notícia sobre:

    Merlin Propertites: “Acreditamos que a nossa atividade terá muito futuro em Portugal”

    A Merlin Properties (MP) aterrou em Portugal em 2015, com a compra do Edifício Caribe, no Parque das Nações, em Lisboa, e desde então foi sempre a somar, tendo inclusive começado a cotar este ano em bolsa – em regime de dual listing e não como Sociedade de Investimento e Gestão Imobiliária (SIGI), estatuto que ainda não adotou em Portugal. Em entrevista ao idealista/news, Ismael Clemente, CEO da SOCIMI espanhola, diz que a aposta em Portugal é para manter, mesmo no pós-Covid-19. Uma garantia, de resto, que já tinha sido dada por João Cristina, diretor da empresa em Portugal.

    Notícia sobre:

    Almada Fórum: Merlin aceita dar descontos nas rendas mas exige contratos mais longos

    A dona do Almada Fórum, a Merlin Properties, propôs aos lojistas um acordo que dá desconto nas rendas, mas impõe várias condições, nomeadamente o prolongamento automático dos contratos. A proposta prevê um perdão total das rendas de abril e maio, um desconto de 60% nas de junho, e um programa de outros descontos o resto do ano. Ainda assim, o perdão só é automático para os contratos que ainda estejam em vigor depois de 31 de dezembro do próximo ano.

    Notícia sobre:

    “A qualidade dos nossos ativos e clientes dá-nos tranquilidade para enfrentar qualquer obstáculo”

    A Socimi espanhola Merlin Properties (MP) entrou em força em Portugal, tendo comprado, desde 2015, vários imóveis no país (ver tabela em baixo), sobretudo no segmento de escritórios. A sede da Nestlé, em Linda-a-Velha (Lisboa) – por 12,5 milhões de euros, em 2019 –, foi a última aquisição da empresa, que começou a cotar em Portugal, na Euronext Lisbon, em janeiro de 2020. Veio entretanto a pandemia da Covid-19, tendo a MP decidido congelar parte dos investimentos programados em Espanha. Em Portugal não está, no entanto, a ter grande impacto, segundo garante ao idealista/news João Cristina, diretor da empresa em Portugal.

    Notícia sobre:

    Mítico Monumental renasce com novo "quartel general" do BPI

    Localizado em pleno centro da capital, na praça do Saldanha, o Monumental já teve várias vidas. Com diferentes fachadas, configurações e usos, o emblemático edifício tem mudado de cara desde que foi inaugurado em 1951 e agora está a ser alvo de uma nova e profunda remodelação, pela mão da espanhola Merlin Properties, que comprou o ativo em 2016. No final do ano, e depois de um investimento de 30 milhões de euros, deverá voltar a abrir as portas, agora como a nova sede operacional do banco BPI - que será o novo inquilino.

    Notícia sobre:

    Empresas do imobiliário candidatas à bolsa de Lisboa não recuam por causa da Covid-19  

    A admissão da socimi espanhola Merlin Properties na bolsa de Lisboa, no arranque de 2020, deixou a porta aberta a novas cotadas do setor imobiliário que, apesar dos tempos de incerteza, por causa da pandemia do novo coronavírus, mantêm os planos de vir a cotar na Euronext Lisbon

    Notícia sobre:

    Investidores estrangeiros mantêm imobiliário nacional “debaixo de olho” em tempos de pandemia

    Portugal parece estar a ser um “bom aluno” no que toca à gestão da pandemia do novo coronavírus, segundo alguns especialistas. Este comportamento positivo está, de resto, a ser benéfico para a manutenção das atenções dos investidores internacionais, que continuam a manter o imobiliário nacional debaixo do radar.

    Notícia sobre:

    Covid-19 já tirou quase mil milhões aos donos das grandes empresas portuguesas

    Sete grandes empresas em Portugal já anunciaram que não vão pagar dividendos referentes aos lucros de 2019, uma consequência da pandemia do novo coronavírus. Uma tendência que se deverá alastrar a outras companhias. 

    Notícia sobre:

    Merlin compra 34% das ações da (também) socimi Silicius em troca de três centros comerciais

    A socimi espanhola Merlin Properties, que está à espera do passaporte comunitário para operar também como socimi em Portugal – como Sociedade de Investimento e Gestão Imobiliária (SIGI) –, comprou 34% das ações da também socimi Silicius, propriedade da empresa gestora de património Mazabi. Como “moeda de troca”, cedeu três centros comerciais: Fira, em Reus, Thader, em Múrcia, e um espaço localizado no Centro Nassica, em Getafe, Madrid.

    Notícia sobre:

    Merlin à espera do passaporte comunitário para ser socimi também em Portugal

    O foco da maior empresa imobiliária cotada em Espanha continua apontado para Portugal. Em paralelo com os investimentos que tem em curso na melhoria dos ativos que detém no mercado luso, a Merlin pretende operar em Portugal também como socimi - à semelhança do país vizinho. "Mas para isso esperamos um aperfeiçoamento legal e regulamentar do regime das SIGI - (Sociedades de Investimento e Gestão Imobiliária) e que seja criado um passaporte comunitário", explica o CEO da empresa espanhola, Ismael Clemente.

    Notícia sobre:

    Blackstone vende carteira de quatro retail parks em Portugal à belga Mitiska REIM

    A Blackstone fez negócio com a FRI2, fundo gerido pela belga Mitiska REIM, vendendo uma carteira de quatro retails em Portugal. O processo de venda foi assegurado pela Multi - plataforma de gestão ativos imobiliários do fundo americano - e contempla os centros comerciais Aveiro Retail Park, Alverca Park, Santarém Retail Park e Lima Retail Park.

    Notícia sobre: