Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

19 setembro 2014

Compra de casas pode aumentar com isenção de tributação de mais-valias

O novo regime de reinvestimento em imóveis, que passa a excluir de tributação as mais-valias realizadas com a venda de casas – se o valor da alienação for utilizado no pagamento ou amortização parcial de empréstimos contraídos para a sua aquisição –, está a ser visto como tábua de salvação para muitas famílias com dificuldades financeiras. Isto porque podem aliviar a sua situação de endividamento bancário.

Notícia sobre:

Nova lei faz disparar emissões de certificados energéticos

Desde 1 de dezembro de 2013 que é obrigatório ter um certificado energético quando se anuncia uma casa para venda ou arrendamento. Com esta alteração legislativa, a emissão de certificados energéticos está a aumentar a olhos vistos: no último mês do ano passado foram emitidos 4.177 certificados, em janeiro deste ano 11.944 e em maio quase 16.000.

Notícia sobre:

És ou vais ser emigrante? Não te preocupes porque agora há quem te cuide das coisas em Portugal...

Quando decides emigrar, ou já estás instalado no novo país, começas a dar-te conta de que há coisas que ainda tens de resolver em Portugal. Uma verdadeira dor de cabeça, porque estás longe e, por vezes, não tens família ou amigos que possam dar conta do assunto no devido momento. Mas agora há uma solução.

Notícia sobre:

Um passeio pelas entranhas da “torre fantasma” de Banguecoque (fotos)

O edifício “Sathorn Unique” de Banguecoque é uma referência no “skyline” da capital tailandesa, mas não pelo luxo ou requinte da sua arquitetura, já que é conhecido como a “torre fantasma”. Começou a ser construído em 1990, mas as obras nunca foram concluídas. Agora, nos seus 49 andares abundam, entre os escombros, cabos e muito, muito pó.
Notícia sobre:

Curiosidade da semana: Os gigantes de Vancouver (fotos)

Os gémeos brasileiros Octavio e Gustavo Pandolfo deliraram com o convite que receberam: decorar seis horríveis silos, com 23 metros cada, localizados em Granville Island, Vancouver (Canadá). Num mês, desenharam uma colorida família de gigantes silos. O resultado está à vista.
Notícia sobre:

Estes são os 10 mercados imobiliários onde vale a pena investir nos EUA

Há zonas nos EUA onde o preço médio das casas vai aumentar mais de 10% este ano. Boston, Nova Iorque ou Seattle são apostas seguras, bem como Miami, um mercado em constante crescimento: o preço médio de um imóvel é 259.000 dólares (200.000 euros), tendo aumentado 27,3% em 2013 face ao ano anterior. Para este ano, o portal imobiliário Zillow prevê aumentos de 10,2% no preço da habitação em Miami.
Notícia sobre:

Casas de fim de semana: piscina e praia num condomínio privado em Albufeira (fotos)

Notícia sobre:

As casas da semana

Às sextas-feiras o idealista News mostra-te três casas especiais que estão anunciadas no idealista.pt. São casas bonitas, com arquiteturas diferentes e localizações únicas, que estão à venda no portal e que podes "visitar" apenas com um clique. Estas são as casas da semana:

Notícia sobre:

Lisboa: fim do IMT resulta em perdas de receita fiscal de 392 milhões de euros

Desde 2010, a Câmara Municipal de Lisboa teve “uma perda total de 392 milhões de euros na receita fiscal”, revelou o presidente da autarquia, António Costa, justificando a quebra com a extinção do Imposto Municipal sobre as Transmissões (IMT).

Notícia sobre:

Radiografia do dia: Que espaço de escritórios “prime” é possível comprar com 100 milhões de euros?

Este gráfico mostra as diferenças que existem no preço dos escritórios das zonas nobres (“prime”) de várias cidades. Por exemplo, em Londres (West End) compram-se 2.737 metros quadrados (m2) de espaço de escritórios com 100 milhões de euros. Com o mesmo montante é possível comprar 32.658 m2 de escritórios em Lisboa.

Notícia sobre:

Crédito barato pouco atraente para os bancos empurra BCE para medidas mais agressivas

O Banco Central Europeu (BCE) está agora mais pressionado para avançar com medidas de estimulo à economia mais agressivas. Ontem, os bancos da Zona Euro deram evidentes sinais de estão pouco interessados nos fundos do BCE com baixas taxas de juro, na nova ronda de empréstimos de longo prazo que arrancou esta quinta-feira e se prolonga até 2016.

Notícia sobre: