Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

A tua cozinha é pequena? Talvez consigas fazê-la maior do que imaginas...

Autor: Redação

Já deste por ti a pensar que precisas de ter uma cozinha maior porque a tua é demasiado pequena? Acredita que se calhar não é assim tão pequena... No artigo desta semana da rubrica semanal do idealista/news dedicada à arquitetura e decoração e assegurada pela Architect Your Home damos-te algumas sugestões para renovares a cozinha e torná-la mais funcional.

A tua cozinha é pequena? Talvez seja maior do que imaginas. É óbvio que o espaço não cresce; infelizmente este é um recurso limitado. No entanto, podemos melhorar a nossa experiência se o utilizarmos engenhosamente. Aqui ficam algumas sugestões para quando estiveres a pensar na renovação da tua cozinha.

1 – Estabelece prioridades

Como de facto o espaço é limitado, a primeira coisa a fazer é estabelecer prioridades. É necessário pensar no tipo de utensílios e eletrodomésticos que impreterivelmente necessitas ter e quais te são indiferentes. Pergunta a ti próprio que tipo de uso fazes da cozinha? Recebes amigos com frequência em casa? Gostas de cozinhar? As respostas a estas questões permitem estabelecer um fio condutor para as decisões que irás ter de tomar.

2 – Pensa fora da caixa

Muitas vezes a solução mais simples passa por pensar, literalmente, fora da caixa. Não necessitamos ficar condicionados pelas compartimentações existentes e podemos abrir o espaço, deitando abaixo, por exemplo, uma parede da cozinha abrindo-a para a sala ou alargando a área de arrumação, criando um armário que seja partilhado por duas divisões. Outra possibilidade de ampliarmos a área disponível pode passar por separar usos, instalando a zona de tratamento de roupa num compartimento anexo (pequena despensa ou armário de parede) ou aproveitando algum espaço disponível numa casa de banho.

3 – Organiza

Quando o espaço é curto, manter tudo em ordem é imperativo. Os organizadores de gavetas, os carrosséis de canto ou os móveis despenseiros, entre outras ferragens similares, podem contribuir para manter tudo organizado e consequentemente aumentar o espaço de arrumação disponível. O uso de prateleiras rebatíveis e de armários até ao teto, optando por elementos com pouca profundidade, permitirão aproveitar todo o espaço sem o assoberbar.

4 – Opta por cores claras e luminosas

Ao escolher a paleta de cores para o espaço opta por cores claras e evita grandes contrastes. Escolhe móveis com poucos detalhes. A simplicidade do conjunto ajudará a evitar o ruído visual que é fácil de ocorrer em espaços pequenos (sensação de acumulação). Sempre que possível, potencia a luz natural, mas não esqueças que a instalação de iluminação sob a bancada auxilia na eliminação de zonas escuras no plano de trabalho, além de conferir leveza ao conjunto.

5 – Maximiza a área de trabalho

De modo a maximizar a área de trabalho cria bancadas de trabalho retráteis ou mesas de apoio que possam ser recolhidas quando não estão em utilização. Deste modo irás aumentar a zona de arrumação sem comprometer a funcionalidade do espaço.

6 – Opta por equipamentos multifunções

Com a grande diversidade de eletrodomésticos que temos à nossa disposição a sua instalação numa cozinha pequena acaba muitas vezes por significar a perda de espaço de arrumação ou de espaço de bancada. Para ultrapassar esta dificuldade, opta por utilizar equipamentos multifunções e de dimensões reduzidas, como por exemplo um forno com função integrada de micro-ondas ou uma máquina de lavar loiça de menores dimensões.

Com estas sugestões a tua cozinha não ficará maior, mas ficará certamente mais funcional!