Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Coronavírus ameaça abertura de novo hotel de Cristiano Ronaldo em Madrid

A inauguração do Pestana CR7 Gran Vía, no coração da capital espanhola, estava prevista para junho de 2020.

Gtres
Gtres
Autor: Redação

A crise provocada pela pandemia do Covid-19 pôs em risco um dos projetos hoteleiros mais esperados em Madrid em 2020: o novo hotel do craque português Cristiano Ronaldo. A inauguração do Pestana CR7 Gran Vía, no coração da capital espanhola, estava prevista para o início de junho deste ano, mas deverá ser adiada por causa do confinamento obrigatório e do atraso nas obras.

Madrid é uma das cidades da vizinha Espanha mais afetadas pela pandemia. Toda a atividade comercial sofreu uma travagem a fundo, sobretudo no setor do turismo, e os hotéis foram os primeiros a sentir, por isso, o impacto negativo do vírus. Os cancelamentos, de resto, acumularam-se ao longo das últimas semanas, daí que o lançamento de grandes projetos, como o do jogador da Juventus, possa ter ter de ficar em suspenso.

O novo hotel de luxo com a assinatura de CR7 tem um total de 168 quartos, contando ainda com um “sports bar”, restaurante, rooftop com vistas panorâmicas sobre a cidade, piscina e ginásio, como o idealista/news noticiou, e pretendia receber os primeiros hóspedes já em junho. O problema é que as novas medidas adotadas pelo Governo central espanhol para impedir a expansão do coronavírus causaram a paralisação das obras de 31 de março a 9 de abril, pelo menos, um cenário que irá provocar atrasos nos trabalhos em curso.

As obras no imóvel, com uma área de 11.000 metros quadrados (m2), localizado no número 29 da Gran Vía foram iniciadas em 2018 pelas mãos da construtora San Martín, responsável por outros projetos de luxo na capital espanhola, como o residencial Lagasca 99.

Mas o hotel de CR7 não é único a sofrer um revés. Numa situação semelhante está o Ritz, também em Madrid, que viu as suas obras de remodelação pararem, e que não deverá ficar pronto para a temporada de verão.