Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Imobiliário em Londres

Últimas notícias sobre "Imobiliário em Londres" publicadas em idealista.pt/news

Uniform

“Peninsula Place”: o megaprojeto de Calatrava em Londres que custará mais de mil milhões

A península de Greenwick, em Londres, irá transformar-se no maior projeto de regeneração urbana da Europa, após um investimento de 8.400 milhões de libras (9.838 milhões de euros). Em causa está uma superfície de 130.000 m2 e um projeto que reúne vários arquitetos, entre eles o espanhol Santiago Calatrava. O “Peninsula Place”, como se chamará o projeto, contempla, por exemplo, a construção de três torres de escritórios, apartamentos e hotéis e o “redesign” da estação de metro e de autocarros. Ao todo, o orçamento supera os mil milhões de euros.
Notícia sobre:

Imobiliárias britânicas afundam-se em bolsa e analistas pioram previsões

A vitória do Brexit já estar a ter consequências diretas no setor imobiliário britânico. Pelo menos, nos mercados financeiros. As companhias do setor que estão cotadas em bolsa têm vindo a afundar-se nas últimas sessões, com quedas que somam já 23%. Ou seja, perderam praticamente um quarto do seu valor de mercado.

Notícia sobre:

Onde estão os escritórios mais caros do mundo?

A zona londrina de West End é o mercado de escritórios mais caro do mundo, pelo segundo ano consecutivo, revela o mais recente estudo semestral Global Prime Office Occupancy Costs, elaborado pela CBRE. E Lisboa está entre as cidades do mundo onde maiores subidas de preços se registaram em 2015.

Notícia sobre:

Londres terá a segunda torre residencial mais alta da Europa

As autoridades de Londres (Reino Unido) aprovaram a construção do edifício Hertsmere House, que será a maior torre residencial da cidade e da Europa Ocidental, sendo apenas superada pelo edifício Capital City, em Moscovo, capital russa. Com 240 metros de altura e 67 andares, o Hertsmere House terá 861 apartamentos de luxo e as estimativas apontam para que esteja finalizado em 2020.
Notícia sobre:

A casa mais barata de Londres é um estúdio de sete m2 que custou 111.000 euros

Ao contrário do que acontece em praticamente todo o mundo, em Londres, os preços das casas são negociados “por cima”. Na capital britânica, um imóvel de dimensões consideradas médias custa uma pequena fortuna. Um exemplo: na semana passada, um estúdio de apenas sete m2 que foi posto à venda por 105.000 euros acabou por ser vendido por mais de 111.000 euros.
Notícia sobre:

Um bungalow pré-fabricado e abandonado que custa quase um milhão de libras? Sim, em Londres é possível

Um delapitado bungalow pré-fabricado, que esteve desabitado por mais de uma década, foi vendido agora por quase um milhão de libras (perto de 1,4 milhões de euros), num sinal do sobreaquecimento que continua a viver o mercado imobiliário em Londres.

Notícia sobre:

Como será Londres dentro de 100 anos?

Cidades flutuantes, bairros inteiros em túneis subterrâneos e quintas nos telhados dos arranha-céus. Assim será o futuro de Londres dentro de 100 anos, segundo vários especialistas (arquitetos, engenheiros e professores universitários).
Notícia sobre:

A “mansão” mais pequena do mundo está à venda em Londres por 350.000 euros (fotos)

O mercado imobiliário londrino continua a dar que falar. Em causa está, desta vez, a venda da “mansão” mais pequena e cara que se pode encontrar no mundo. Trata-se de uma pequena casa com apenas 17,5 metros quadrados (m2) que se encontra no mercado por… 350.000 euros.

Notícia sobre:

Londres: Gherkin tem mais de 200 interessados

Um dos edifícios mais emblemáticos de Londres, o Gherkin (“Pepino”), que está à venda por mais de 800 milhões de euros, tem muitos interessados. O arranha-céus de 40 andares, o sétimo mais alto da cidade (180 metros), está em liquidação desde abril e está a atrair a atenção sobretudo de estrangeiros.

Notícia sobre: