Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Clean & Safe - o selo que dá confiança para ir de férias ou ao restaurante no pós-Covid

Com validade de um ano, o selo é gratuito e opcional, e exige a implementação nas empresas de um protocolo interno, segundo a DGS.

Photo by Louis Hansel @shotsoflouis on Unsplash
Photo by Louis Hansel @shotsoflouis on Unsplash
Autor: Redação

A estadia num alojamento turístico ou a simples ida a um restaurante não foram possíveis durante os meses de desconfinamento. Agora, e num regresso à normalidade que se faz passo a passo para o período pós-covid, é preciso voltar a criar laços de confiança com os consumidores. A pensar nisso, o Turismo de Portugal criou um selo “Clean & Safe” para distinguir as atividades turísticas que asseguram o cumprimento de requisitos de higiene e limpeza para prevenção e controlo da Covid-19, e que acabou por ser alargado, entre outros, aos estabelecimentos de restauração e bebidas.

O selo é uma iniciativa da Direção-Geral das Atividades Económicas em articulação com o Turismo de Portugal - que o lançou, numa primeira fase, para empreendimentos turísticos, empresas de animação turística e agências de viagens - e que tem também a colaboração da Agência para a Modernização Administrativa. Já existe desde 24 de abril, e foi alargado, entretanto, a mais empresas – desde estabelecimentos de Alojamento Local (AL), restaurantes, campos de golfe, rent-a-cars, áreas de serviço de autocaravanas, até guias intérpretes.

Turismo de Portugal
Turismo de Portugal

Com validade de um ano, o selo é gratuito e opcional, e exige a implementação nas empresas de um protocolo interno que, de acordo com as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS), assegura a higienização necessária para evitar riscos de contágio e garante os procedimentos seguros para o funcionamento das atividades turísticas.

Com esta medida, a Autoridade Turística Nacional pretende, “não apenas transmitir às empresas informação sobre as medidas mínimas necessárias de higiene e limpeza dos estabelecimentos, como promover Portugal como destino seguro do ponto de vista de cuidados com a propagação do vírus”, lê-se no comunicado enviado às redações.

Como obter o selo

Empreendimentos turísticos, empresas de animação turística e as agências de viagens e turismo deverão cumprir o conjunto de disposições presentes na "Declaração de Compromisso" que está disponível nas plataformas digitais do Turismo de Portugal relativas ao registo das empresas turísticas: Registo Nacional de Empresas Turísticas (RNET), Registo Nacional de Animação Turística (RNAT) ou Registo Nacional Agências de Viagens e Turismo (RNAVT). Só depois de submetida nas plataformas atrás referidas a Declaração de Compromisso por parte das empresas, ​é que estas ficam com a possibilidade de utilizar o Selo em causa, seja nas suas instalações físicas, seja nos canais e plataformas de divulgação e venda.  O selo atribuído a cada em​​presa estará associada ao seu número de Registo RNETRNAA​T ou RNAVT​.

No caso do Alojamento LocalEstabelecimentos de Restauração e Bebidas, Áreas de Serviço de Autocaravanas (ASAs) e Rent-a-car, as empresas e os empresários em nome individual que pretendam obter o selo “Estabelecimento Clean & Safe” deverão aceder a: 

No caso dos guias intérpretes, estes deverão frequentar o programa de formação especialmente desenvolvido pelo Turismo de Portugal para esta situação: uma sessão de 2 horas de formação sobre o selo “Clean & Safe”, destinada exclusivamente a Guias Intérpretes. Os formandos receberão um “Certificado de Formação Clean & Safe” numerado e emitido pelo Turismo de Portugal. Este certificado deverá ser enviado para a associação ou sindicato acima mencionados (conforme a afiliação do Guia Intérprete) através do endereço de e-mail cleanandsafe@snatti.com ou cleanandsafe@agicportugal.com​, concretizando assim a adesão ao Selo.

Os campos de golfe que pretendam obter o selo “Estabelecimento Clean & Safe” devem cumprir o conjunto de disposições presentes na «Declaração de Compromisso», acessível no site do CNIG.

Já foram concedidos 7.460 selos “Clean & Safe”

No espaço de um mês, o Turismo de Portugal já atribuiu quase 7.500 selos "Clean&Safe". Segundo noticia o ECO, a maioria foi atribuída a estabelecimentos de alojamento local e empreendimentos turísticos. Até ao dia 24 de maio, de acordo com os dados citados pela publicação, foram concedidos 7.460 “selos de garantia”. Do número total de selos concedidos, a maioria foram para alojamento local (2.750), empreendimentos turísticos (2.042), agentes de animação turística (1.648) e agências de viagens e turismo (1.020).