Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação: taxa de juro aumentou em maio

Autor: Redação

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação situou-se, em maio, em 1,472%, mais 0,007% que no mês anterior. No que diz respeito aos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita diminuiu 0,056% face a abril, tendo-se fixado em 3,180%. 

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), nos contratos para Aquisição de Habitação, a taxa de juro foi 1,486%, tendo aumentado 0,006% face à taxe de abril. Relativamente aos contratos celebrados nos últimos três meses (também para Aquisição de Habitação), a taxa de juro implícita foi 3,166%, menos que a verificada no mês anterior (3,210%).

No que diz respeito à prestação média vencida, fixou-se, para a globalidade dos contratos, em 260 euros pelo segundo mês consecutivo. Para o conjunto dos contratos de crédito à habitação celebrados nos últimos três meses, o valor médio da prestação fixou-se nos 320 euros, mais três euros que o valor observado no mês anterior, revelou o INE.