Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Prestação da casa cai para novo mínimo histórico

Autor: Redação

Pediste dinheiro emprestado ao banco para comprar casa? Então em abril vais sentir um novo alívio na prestação, caso no próximo mês seja revista a taxa de juro do teu crédito à habitação. A mensalidade vai diminuir entre 1,4% e 3,1%, consoante a taxa Euribor indexada ao teu contrato. Certo é que a prestação nunca esteve tão baixa.

O maior desafogo será sentido pelos agregados cujos financiamentos têm como referência a Euribor a 12 meses. Nestes casos, a prestação mensal cai 3,1%, escreve o Diário Económico. Ou seja, num crédito de 100.000 euros a 30 anos e com um spread de 1% a poupança é de 10,43 euros, com a prestação a fixar-se nos 321,04 euros.

No caso da Euribor a seis meses, a mais usada em Portugal para efeitos de crédito à habitação, a mensalidade a pagar ao banco vai descer 2,4%, o que para o cenário traçado em cima significa uma poupança mensal de 7,73 euros, para um valor mensal de 315,52 euros. Já no prazo mais curto, a Euribor a três meses, a diminuição da prestação será de 4,56 euros (1,4%), para 311,32 euros.

Este é um cenário que se vem verificando há algum tempo e que se deve manter até final do ano. Recentemente, o Banco Central Europeu (BCE) voltou a cortar a taxa de juro de referência para um novo mínimo histórico de 0%, o que poderá funcionar como um pequeno “balão de oxigénio” para as famílias que recorreram à banca para comprar casa.