Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

BBVA volta a apostar no crédito à habitação

Autor: Redação

O banco espanhol BBVA regressou ao crédito à habitação, na sequência de uma parceria com a UCI e quase três anos depois de ter decidido não financiar a compra de casa. A estratégia visa responder ao interesse demonstrado pelos clientes.

Desde 2015 que o BBVA não empresta dinheiro a particulares, tendo apenas financiado, durante este período, a compra dos imóveis que tem no balanço, escreve o Jornal de Negócios.

O banco continua, no entanto, a não ter crédito na sua carteira, sendo que a oferta do banco no segmento do crédito à habitação resulta de uma parceria com a UCI. “É política do BBVA oferecer os melhores produtos aos seus clientes. Para isso, nada melhor do que os especialistas e a UCI é especialista em crédito à habitação, além de que nos permite oferecer aos nossos clientes um produto de crédito à habitação sem qualquer vinculação, o que na banca não é usual”, explicou fonte oficial do BBVA, citada pela publicação.  

De acordo com o banco, a proposta de financiamento não requer qualquer vinculação do cliente, visto que não é requerida a subscrição de outros produtos, como por exemplo a domiciliação do ordenado, a contratação do cartão de crédito ou saldos médios de conta.

Segundo o preçário da UCI, o spread do crédito à habitação é de 1,75%, o mais elevado a nível nacional, mas está ainda indexado à Euribor a seis meses. Ainda porque a maioria dos bancos, devido aos valores cada vez mais negativos que tem assumido, comercializam empréstimos indexados à Euribor a 12 meses. 

Relativamente às restantes características do financiamento, “as condições oferecidas aos clientes BBVA pela UCI são as mesmas que aos demais clientes [não BBVA], mas com a oferta da avaliação”, adiantou a mesma fonte.