Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação: Abanca oferece solução de taxa fixa de 0,50% no primeiro ano

Revelamos as principais características dos empréstimos para a compra de casa disponíveis no banco espanhol em Portugal.

Autor: Redação

O negócio do crédito à habitação está a conseguir fintar a crise provocada pela pandemia da Covid-19, que teima em não dar tréguas. Só em fevereiro, por exemplo, foram emprestados quase mil milhões de euros para a compra de casa, em novas operações. Este indicador mostra que, devido a várias circunstâncias, as pessoas continuam a não hesitar em recorrer à banca para financiar a aquisição de imóveis. Hoje, na rubrica crédito à habitação do mês, em que apresentamos as principais condições oferecidas por vários bancos a operar em Portugal, falamos sobre a oferta do espanhol Abanca, que tem em vigor uma solução de taxa fixa de 0,50%, durante o primeiro ano.

O principal destaque da oferta do Abanca é a solução com taxa fixa de 0,50% durante o primeiro ano e oferta de 50% da comissão de formalização. Após esse período, o banco garante uma taxa variável indexada à Euribor a 12 meses e um spread a partir de 1,15%.

Adicionalmente, explicam desde o idealista/créditohabitação, é possível conjugar as condições do crédito à habitação com a campanha da conta ordenado com ‘cash-back’ de 150 euros após o crédito na conta do primeiro salário.

Destaque ainda para o facto do Abanca estar atualmente com uma campanha de transferência de crédito à habitação, na qual suporta os custos de transferência até 1,50% do montante do crédito transferido.

No que diz respeito ao montante possível de ser financiado, o Abanca empresta até 80% do valor de compra ou da avaliação do imóvel, o menor dos dois. Isto caso se trata de uma habitação própria permanente.

Já o prazo máximo do financiamento concedido é 40 anos, até à idade limite de 75 anos de idade. 

O spread, conforme já referido, começa nos 1,15%, com bonificação máxima, enquanto a Taxa Anual de Encargos Efetiva Global (TAEG) praticada pelo Abanca começa nos 1,30%, também com bonificação máxima.