Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Proibido pagar em dinheiro mais de 3 mil euros

Autor: Redação

A partir de agora, todos os pagamentos acima de três mil euros já não poderão ser feitos em dinheiro, sejam moedas ou notas. O Parlamento aprovou esta quarta-feira uma lei que determina esta proibição, com base em projetos do PSD e do Blco de Esquerda. O texto final da lei foi votado favoravelmente por todos os partidos, excepto o PAN e o CDS-PP.

"É proibido pagar ou receber em numerário em transacções de qualquer natureza que envolvam montantes iguais ou superiores a 3.000 euros ou o seu equivalente em moeda estrangeira", estipula o projeto aprovado. O diploma segue agora para promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. 

Na edição desta quarta-feira, o Jornal de Negócios recordava que o Parlamento chegou a pedir um parecer ao Banco Central Europeu sobre a limitação de numerário a patir dos 3.000 euros. No parecer dado em maio de 2017, citado pelo Negócios, o BCE alertava para a incoerência desta proposta com a directiva de prevenção de branqueamento de capitais, que estabelece os 10.000 euros para transacções comerciais.