Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Há menos 10% de desempregados inscritos no IEFP que há um ano

Photo by m0851 on Unsplash
Photo by m0851 on Unsplash
Autor: Redação

Depois de em junho ter ficado abaixo da barreira das 300 mil pessoas pela primeira vez desde dezembro de 1991, o desemprego voltou a recuar. Segundo dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), estavam inscritas nos centros de emprego, em julho, 297.290 pessoas, menos 10,1% que há um ano.

“Para a diminuição do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2018, contribuíram todos os grupos do ficheiro de desempregados, com destaque para os homens, os adultos com idades iguais ou superiores a 25 anos, os inscritos há um ano ou mais, os que procuravam novo emprego e os que possuem como habilitação escolar o primeiro ciclo escolar“, lê-se na nota divulgada pelo IEFP.

Os desempregados registados, de acordo com o documento, ficaram-se pelas 297.290 pessoas, diminuindo 0,3% (menos 901 pessoas) face a junho e caindo 10,1% (menos 33.297 pessoas) em relação a julho de 2018. Para encontrar um valor mais baixo é preciso recuar a 1991, altura em que se registaram 296.600 desempregados inscritos.

No que diz respeito aos desempregados de longa duração, registou-se um recuo homólogo de 17,9% (menos 28,7 mil pessoas) e de 2,2% em cadeia (menos 3 mil pessoas). O desemprego jovem (menos de 25 anos) ficou nas 28,5 mil pessoas, registando uma redução homóloga de 8,4% (menos 2.617 jovens) e um acréscimo de 2,9% em cadeia (mais 802 jovens).