Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

PIB de Portugal cai (mesmo) 7,6% em 2020

INE
INE
Autor: Redação

O Produto Interno Bruto (PIB) de Portugal caiu (mesmo) 7,6% em 2020, na sequência da pandemia da Covid-19, registando a contração “mais intensa” da atual série de Contas Nacionais do Instituto Nacional de Estatística (INE). Segundo o instituto, no quarto trimestre do ano passado, a economia portuguesa recuou 6,1%. 

“Em 2020, o PIB contraiu 7,6% em volume (crescimento de 2,5% em 2019), refletindo os efeitos marcadamente adversos da pandemia da Covid-19 sobre a atividade económica. Para esta variação do PIB, a procura interna apresentou um contributo negativo expressivo (-4,6% que compara com +2,8% em 2019), devido, sobretudo, à contração do consumo privado. A procura externa líquida acentuou o contributo negativo em 2020 refletindo sobretudo a diminuição sem precedente das exportações de turismo”, lê-se no boletim divulgado pelo INE esta sexta-feira (26 de fevereiro de 2021).

Segundo o instituto, o PIB, em termos reais, registou uma variação homóloga de -6,1% no quarto trimestre de 2020 (-5,7% no trimestre anterior). “Comparativamente com o terceiro trimestre de 2020, o PIB aumentou 0,2% em volume, após as fortes variações de sinal oposto nos trimestres anteriores (-13,9% e +13,3% no segundo e terceiro trimestres, respetivamente), tendo este crescimento sido determinado pelo contributo da procura interna”.