Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Testes à Covid em casamentos, batizados e outros eventos com mais de 10 pessoas

Certificado digital de vacinação poderá substituir a realização de testes à Covid-19 na participação em eventos, segundo o primeiro-ministro, António Costa.

Photo by Mufid Majnun on Unsplash
Photo by Mufid Majnun on Unsplash
Autor: Lusa

Os testes à Covid-19 passam a ser recomendados em eventos familiares com mais de dez pessoas, como casamentos e batizados, eventos culturais e desportivos, serviços públicos e empresas, segundo a Direção Geral da Saúde (DGS).

A norma, referente à Estratégia Nacional de Testes para a SARS-CoV-2, atualizada na terça-feira, dia 15 de junho de 2021, pela DGS, recomenda "a realização de rastreios laboratoriais em eventos familiares, designadamente casamentos e batizados, bem como quaisquer outras celebrações similares, com reunião de pessoas fora do agregado familiar, aos profissionais e participantes sempre que o número de participantes seja superior a dez”.

Também em eventos de natureza cultural ou desportiva, a testagem é recomendada “sempre que o número de participantes/espectadores seja superior a mil, em ambiente aberto, ou superior a 500, em ambiente fechado”.

Já em contexto laboral, nos locais de maior risco de transmissão, como as explorações agrícolas e o setor da construção, aconselha-se a testagem com uma periodicidade de 14/14 dias, pode ler-se na norma da DGS. Esta recomendação é igualmente aplicada em serviços públicos e locais de trabalho com 150 ou mais trabalhadores, independentemente do seu vínculo laboral, da modalidade ou da natureza da relação jurídica, adianta ainda.

Certificado digital de vacinação vai substituir testes em casamentos e batizados

O certificado digital de vacinação, que já começou a ser emitido em Portugal, não vai servir apenas para viajar livremente na União Europeia. Também poderá ser usado para participar em casamentos, batizados e outros eventos familiares, segundo adiantou o primeiro-ministro, António Costa, no final de uma conferência de imprensa conjunta com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, esta quarta-feira, 16 de junho de 2021.

António Costa explicou que o certificado digital pode substituir a realização de testes à Covid-19 na participação em eventos como “casamentos e outros eventos do género", de forma a que “possam realizar-se em segurança sem a necessidade de testes suplementares”.

Para obter o certificado digital Covid-19, o cidadão deve aceder ao portal do SNS 24, seguir as instruções e escolher o tipo de certificado que pretende: certificado de vacinação; certificado de teste; e certificado de recuperação.