Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Carro novo: intenções de compra em máximos de 10 anos

Desde 2010 que a intenção de compra de um carro por parte dos portugueses não era tão elevada, segundo a Marktest.

Carro novo: intenções de compra em máximos de 10 anos
Marktest
Autor: Redação

Ter carro novo ou não, eis a questão? Em tempos marcados por uma crise pandémica que teima em não dar tréguas, a intenção de compra de carros dos portugueses está em máximos de 10 anos, sendo preciso recuar até 2010 para encontrar um valor superior ao atingigo em 2020: 19,6% contra 16,1%. Em causa está um estudo divulgado recentemente pela Marktest.

“O estudo TGI da Marktest quantifica, na vaga global de 2020, em um milhão e 380 mil o número de indivíduos que têm intenção de comprar um automóvel nos próximos 12 meses, o que representa 16,1% dos residentes no continente com 15 e mais anos”, conclui o estudo. 

Trata-se, de resto, do valor mais elevado dos últimos 10 anos, adianta a Marktest, salientando que “entre 2011 e 2012 a expectativa de compra de automóvel sofreu quebras assinaláveis, vindo a recuperar até 2016”. “Em 2017 assistiu-se a uma nova quebra, que parece também estar a recuperar lentamente, atingindo em 2020 o valor mais elevado desde 2010”, lê-se no site da Marktest.