Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Ganhamos bem ou mal em Portugal? Nova ferramenta compara e responde

Eurostat desenvolveu uma ferramenta interativa que permite comparar os rendimentos líquidos das famílias.

Comparar rendimentos das famílias
Eurostat
Autor: Redação

Serão os nossos rendimentos altos ou baixos em Portugal? Pode parecer missão impossível responder a esta questão, mas o Eurostat desenvolveu uma ferramenta interativa que permite fazer isso mesmo: comparar rendimentos com diferentes agregados no mesmo país e perceber quem ganha mais ou menos.

A ferramenta do Eurostat está disponível aqui e permite calcular, de forma rápida e simples, em que posição o teu agregado familiar se situa em comparação com outros. Para isso só tens de responder a duas questões: primeiro, deves indicar o país onde vives e o rendimento mensal líquido; em segundo lugar, deves referir quantas pessoas constituem o teu agregado. Depois, 'voilá' surge o resultado, que pode indicar, por exemplo, que o teu rendimento está entre os 10% mais altos do país ou nos 10% mais baixos.

Há vários resultados possíveis. Uma família com dois adultos que auferem o salário mínimo  (665 euros) possui um rendimento mensal líquido de 1.381 euros, descontando a Taxa Social Única (-11%) e contabilizando os subsídios de Natal e de férias em duodécimos. O resultado indica que “40% das famílias em Portugal têm um rendimento superior ao teu”, segundo os cálculos do Eurostat. Se adicionarmos dois filhos menores de 14 anos, o resultado é diferente: o gabinete de estatística europeu estima que haja 60% dos agregados com rendimentos superiores.