Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Preços da luz sobem na UE no primeiro semestre – e os do gás descem

Fatura da luz aumentou, em termos homólogos, para 21,9 euros/100kWh, tendo a do gás recuado para 6,4 euros/100kWh.

Eurostat
Eurostat
Autor: Redação

No primeiro semestre de 2021, os preços médios da eletricidade doméstica na União Europeia (UE) aumentaram, em termos homólogos, para 21,9 euros/100kWh e os do gás recuaram para 6,4 euros/100kWh, segundo dados divulgados recentemente pelo Eurostat. Portugal ocupa o oitavo lugar no ranking dos preços da eletricidade (20,8 euros/100kWh) para uso doméstico e o terceiro na do gás (7,6 euros/100kWh), tendo, em ambos os casos, recuado face aos 21,2 euros e 7,8 euros registados no mesmo período de 2020.

De acordo com o gabinete de estatísticas europeu, na UE, os preços da eletricidade aumentaram de 21,3 euros por 100kWh no primeiro semestre de 2020 para 21,9 euros/100kWh nos primeiros seis meses do ano. Já os preços do gás para consumo doméstico recuaram de 6,5 euros/100kWh para 6,4 euros/100kWh.

No caso concreto de Portugal, o Eurostat revela que o preço da eletricidade baixou de 21,2 euros/100kWh para 20,8 euros/100kWh, tendo o preço do gás recuado de 7,8 euros/100kwh para 7,6 euros/100kwh – em ambos os casos, incluindo taxas e impostos.

Entre janeiro e junho, face ao mesmo período de 2020, os preços da eletricidade para consumo doméstico aumentaram em 16 Estados-membros, com a Alemanha a apresentar os mais altos (31,9 euros/100kWh). Já a Hungria (10 euros/100kWh) registou o menor preço da eletricidade doméstica. 

Relativamente aos preços do gás natural para consumo doméstico, recuaram em 20 dos 23 Estados-membros: a Lituânia cobra o valor mais baixo (2,8 euros/100kWh) e os Países Baixos o mais caro (9,6 euros/100kWh).

*Com Lusa