Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

irs: para deduzir 250 euros é preciso gastar 27 mil

para atingir o tecto máximo de deduções de 250 euros no irs é preciso reunir facturas de 2.280 euros mensais
Autor: Redação

para atingir o tecto máximo de deduções de 250 euros no irs, aprovado esta quarta-feira em conselho de ministros, é necessário reunir facturas de hotelaria, oficina ou cabeleireiro, no montante de 2.280 euros por mês, o que se traduz em 26.739 euros por ano, diz o expresso. em 2003, a ministra das finanças, manuela ferreira leite, propôs uma medida idêntica, que previa uma dedução de 25% com o limite de 50 euros do iva, mas que resultou num fracasso

fazendo as contas, com a taxa de hoje, para atingir o tecto máximo no irs seria necessário gastar 445,60 euros, com despesas atestadas por facturas nos mesmos sectores, com a diferença de as obras na habitação e as reparações ou conservação em pequenos electrodomésticos, previstas no tempo de ferreira leite, terem sido agora substituídos por cabeleireiros, explica o expresso

a medida, que se insere no âmbito do plano estratégico de combate à fraude e à evasão fiscais e aduaneira, traduz-se numa dedução no irs de 5% do iva em facturas de alojamento, restauração, cabeleireiros e oficinas de automóveis e a obrigatoriedade de emitir facturas, já a partir de janeiro