Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mercado do Bolhão no Porto vai estar fechado dois anos para obras

Autor: Redação

O Mercado do Bolhão, há cerca de três décadas à espera de obras, está em vias de ganhar uma nova vida. O mítico mercado da cidade Porto vai ser ser alvo de um projeto de reabilitação, cujos trabalhos deverão arrancar em 2017, demorando cerca de dois anos e obrigando à saída dos comerciantes. O concurso público será lançado nos "próximos dias" pela Câmara Municipal do Porto e será adjudicado à proposta mais barata.

A recuperação e modernização do Bolhão, segundo escreve o Observador, vai custar 27 milhões de euros e a ideia é manter a identidade tradicional e de frescos, com as bancas a ficarem no piso inferior e a céu aberto. Já no piso superior do mercado, com entrada pela rua Fernandes Tomás, vai manter-se a parte comercial e instalar-se-ão restaurantes. 

Câmara do Porto continua com gestão do Mercado

O concurso público para as obras será aberto “nos próximos dias” e a Câmara Municipal do Porto, que manterá a gestão direta do espaço, vai avaliar vários critérios, como a capacidade técnica e financeira das empresas que vão concorrer.

Entre os requisitos, indica o jornal, estão experiência prévia de três obras dos últimos 10 anos com um orçamento superior a 10 milhões de euros; o cumprimento de pelo menos duas subcategorias relativamente a trabalhos de betão armado, estruturas metálicas e restauros, sendo priorizada a componente de restauro. O preço base do procedimento é de 25 milhões de euros e “o critério é o preço mais baixo”.

No âmbito deste projeto, a autarquia vai adquirir umas parcelas de privados necessárias à execução do túnel urbano da Rua do Ateneu Comercial à Rua de Alexandre Braga, e ainda (com abstenção de Pero Carvalho), bem como o direito de utilização do espaço de 5.700 metros quadrados do La Vie, com entrada pela Rua da Alegria, para cargas e descargas do mercado temporário.