Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Terrenos da antiga Lisnave têm cinco investidores interessados

Wikimedia commons
Wikimedia commons
Autor: Redação

cinco grupos interessados nos antigos terrenos da Lisnave, na Margueira, em Almada, onde se vai instalar um megaprojeto imobiliário. Jacinto Pereira, presidente da Baía do Tejo, empresa estatal do universo da Parpública que gere este espaço, revelou que estão interessados neste investimento um grupo chinês, um grupo britânico, um grupo norte-americano e dois consórcios que integram empresas portuguesas.

O investimento previsto para este projeto, designado como “Cidade da Água”, deverá oscilar entre mil e 1,5 mil milhões de euros, segundo o Jornal Económico. O caderno de encargos que a Baía do Tejo e a Parpública estão a elaborar, escreve entretanto o Público, impõe como condição que o comprador dos terrenos na Margueira concretize o projeto “Cidade da Água” no prazo de 10 a 15 anos.

O concurso público para a alienação dos terrenos deverá ser lançado até ao final deste semestre, sendo que está a ser concluído o registo predial dos 53 hectares de área envolvida.