Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Dono da Vanguard reforça investimento em Portugal e compra 30% da Insula Capital

Depois da Comporta e outros projetos, Claude Alain Berda entra agora na sociedade gestora de fundos de investimento

Vanguard Properties
Vanguard Properties
Autor: Redação

O empresário suíço Claude Alain Berda voltou a fazer negócios em Portugal, na área do imobiliário. O dono da Vanguard Properties adquiriu agora à Fibeira, através da PNI Portugal, 30% do capital e dos direitos de voto da Insula Capital, por valor não revelado. Florence Ricou continua a controlar os 69,89% que já detinha na Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Imobiliário, comprados no início de 2019.

A Insula Capital, segundo é revelado em comunicado, tem atualmente uma carteira de ativos sob gestão avaliada em 120 milhões de euros e administra três Organismos de Investimento Coletivo (OIC): Capital Real I e o Foz do Tejo (detido pela Vanguard Properties), ambos fundos de investimento imobiliário fechados, e a Mexto Property Investment I, sociedade de investimento imobiliário de capital fixo.

“Atualmente a Insula Capital tem ativos sob gestão a rondar os 120 milhões de euros mas vamos aumentar significativamente este montante, nos próximos dois anos, beneficiando precisamente da solidez da nova estrutura de capital da empresa”, refere Florence Ricou, citada na mesma nota.

Neste contexto, a estratégia da Insula Capital passa por identificar e mobilizar investidores na área imobiliária oferecendo-lhes opções de investimento adaptadas às suas realidades e perfil de retorno alicerçado em modelos de investimento sustentáveis assegurando, elevados padrões éticos e profissionais.

Claude Berda é proprietário da imobiliária Vanguard Properties, presente em Portugal desde 2016, e tem em curso cerca de um milhão de metros quadrados sob gestão em projetos que se desenvolvem em Lisboa, Oeiras, Comporta e Algarve. 

O empresário suíço é, atualmente, um dos maiores promotores imobiliários na Suíça com um milhão de metros quadrados de Área Bruta Locável (ABL) em produção e ainda proprietário da maior gestora de ativos residenciais em Genebra, totalizando 50.000 contratos de arrendamento e rendas anuais de 950 milhões de francos suíços.