Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Deco Alerta: Como ter a casa quentinha e gastar pouco

Autor: Redação

A escolha do aparelho certo de aquecimento da casa é determinante para conseguir um bom nível de conforto, sem arruinares a tua carteira. Explicamos-te como podes conseguir este objetivo no artigo de hoje da Deco Alerta. Destinada a todos os consumidores em Portugal, esta rubrica semanal é assegurada pela Deco - Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor para o idealista/news.

Envia a tua questão para a Deco, por email para gcabral@deco.pt ou por telefone para 00 351 21 371 02 20.

Como a nossa casa é muito fria, decidimos oferecer a toda a família um aquecedor portátil. Pedimos-vos mais informação para optar pela compra mais eficaz e económica.

Optar por aquecedores portáteis é seguir a preferência da maioria dos consumidores portugueses. São equipamentos fáceis de transportar e permitem aquecer várias divisões. Entre os aquecedores portáteis, recomendamos os termoventiladores e os convetores. São baratos, rápidos a aquecer e, para além de “móveis”, arrumam-se facilmente.

Os termoventiladores e os convetores são os únicos capazes de garantir uma boa estabilidade da temperatura. Além disso, são baratos e rápidos a aquecer. Não recomendamos os radiadores a óleo, os aparelhos de halogéneo e os termoventiladores de parede. Todos demoram a aquecer e não permitem uma regulação adequada da temperatura.

O termoventilador possui uma resistência elétrica e uma ventoinha que aquecem e propagam o ar quente de forma rápida. Vem equipado com termóstato e, geralmente, permite selecionar várias potências.

Quanto ao convetor, este aparelho tem resistências elétricas na parte inferior. O ar frio entra por baixo e sai por cima quente. Alguns incluem ventoinha, o que acelera a saída de ar quente e o aquecimento da divisão.

Ambos podem ser comprados em qualquer superfície comercial. Deves fazer uma pesquisa de mercado e optar pela solução mais económica e adaptada à tua casa.

Conselhos para diminuir o consumo de energia 

  1. Evita deixar o equipamento a funcionar durante longos períodos. Se sentires que a temperatura começa a ser excessiva, desliga ou reduza regulação do termóstato de modo a que o aparelho pare ou se desligue.
  2. Fecha as portas e janelas e verifica se estão bem calafetadas. Durante a noite e em dias muito nublados usar cortinados pesados ajuda a conservar o calor. Colocar tapetes e carpetes também contribui para isolar a casa do frio. Nos dias e nas horas de sol, abra os cortinados e deixe os raios entrar.