Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Protestos em dia de aprovação do Orçamento

Vários trabalhadores vão concentrar-se frente à Assembleia da  República ao final da manhã
Autor: Redação

O Orçamento do Estado para o próximo ano vai ser votado esta terça-feira pelos deputados, em sede de especialidade. Os novos cortes previstos vão atingir novamente funcionários públicos e pensionistas, em nome de uma poupança prevista de 3,9 mil milhões de euros. Os protestos vão acompanhar a votação.

Junto à Assembleia da República, está agendada uma manifestação que vai juntar vários tabalhadores de diferentes setores. A CGTP chamou a este protesto o "Dia Nacinal da Indignação, Protesto e Luta" e, além dos trabalhadores da central sindical, a concentração vai contar com outras associações como a Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas (PPME). A UGT terá uma delegação nas nas galerias do Parlamento, durante a votação.

Os taxistas vão também manifestar-se contra o OE 2014, desfilando entre o Campo das Cebolas e a Assembleia da República, onde permanecerão até ao final da votação, e no IC19 um buzinão marca o dia de protesto.

No Largo da Estrela concentram-se os trabalhadores dos distritos de Leiria, Santarém e do Alentejo, no Largo do Rato concentram-se os reformados e pensionistas, no Largo de Santos os trabalhadores do Distrito de Setúbal, no Largo do Camões os do distrito de Lisboa e no Largo Trindade Coelho encontram-se os jovens, diz a TSF.

Para a tarde está foi marcada outra manifestação para S. Bento, divulgada através das redes sociais, para pedir a demissão imediata do Governo.