Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Há mais portugueses a trabalhar a partir de casa – eram 6,1% em 2018

Eurostat
Eurostat
Autor: Redação

Os holandeses são os europeus (entre 15 e 64 anos) que mais trabalham a partir de casa, seguidos de finlandeses e luxemburgueses. Já os portugueses encontram-se no 11º lugar do ranking, encontrando-se à frente de, por exemplo, espanhóis e italianos.

Em causa estão dados do Eurostat, relativos ao ano de 2018, que permitem concluir, por exemplo, que cerca de 6,1% dos trabalhadores portugueses costumam trabalhar a partir de casa, mesmo que não sejam 'freelancers'. Um valor superior ao verificado na média dos países da a UE (5,2%).

De referir que em 2017 havia menos portugueses a trabalhar a partir de casa, cerca de 5,9%, um cenário que não se verificou e 2016 (6,3%).