Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Portugueses são dos europeus que têm menos trabalhadores a ganhar abaixo da média

Eurostat
Eurostat
Autor: Redação

Portugal era, em 2018, o segundo país da UE com a menor percentagem de trabalhadores a ganhar salários baixos. Segundo dados revelados recentemente pelo Eurostat, apenas 4% dos trabalhadores recebe dois terços ou menos do rendimento médio, um cenário que pode ser explicado com o facto do Salário Mínimo Nacional (SMN) estar a subir de forma mais acentuada que a média europeia.

Atrás de Portugal no ranking está apenas a Suécia, país onde as pessoas têm ordenados muito superiores aos verificados a nível nacional. Na Suécia, os funcionários que recebem salários baixos, face à média nacional, representam 3,6% do total.

No outro extremo da tabela encontram-se, de acordo com os dados divulgados pelo gabinete de estatísticas europeu, Letónia, Lituânia e Estónia, que ocupam, por esta ordem, os três primeiros lugares. Na Letónia, por exemplo, quase um quarto dos trabalhadores (23,5%) aufere salários baixos, face à média nacional do país.