Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Presidente e maior acionista do Benfica lançam-se juntos no imobiliário

Luís Filipe Vieira volta a investir no setor, agora em parceria com o empresário José António dos Santos.

"Donos" da Luz atacam negócios fora do estádio / Massimo Catarinella @Wikimedia Commons
"Donos" da Luz atacam negócios fora do estádio / Massimo Catarinella @Wikimedia Commons
Autor: Redação

Depois de ter saído a perder em várias partidas no imobiliário, o presidente do Benfica resolveu voltar a rematar no setor. Desta vez, os investimentos de Luís Filipe Vieira estão a ser promovidos, desde 2017, em parceria com José António dos Santos, o maior acionista individual da Benfica SAD. Juntos estão a construir um empreendimento misto na Alta de Lisboa, por exemplo.

Esta aliança, segundo conta o Expresso, materializou-se em duas empresas em que participam conjuntamente os dois empresários da Luz e que têm estado fora do radar: os relatórios e contas do Benfica ligam Luís Filipe Vieira às empresas Promovalor, Verdelago e Imosteps, mas omitem a sociedade Sul Crescente e a Palpites e Teorias.

Juntas, as duas empresas somam ativos de 10 milhões de euros, sendo que a mais relevante é a Palpites e Teorias, estando a promover um projeto denominado Malha 8 (que o gabinete de arquitetura ACVB identifica igualmente como “Quarteirão Quinta da Musgueira”).

É, de acordo com o que escreve o jornal, um projeto misto de habitação, comércio e escritórios na Alta de Lisboa, com uma área de construção potencial de quase 17 mil metros quadrados (m2). Admitindo um preço de venda de 3 mil euros por m2, o empreendimento poderá gerar uma faturação em torno dos 50 milhões.

O passado de Vieira no ramo imobiliário é conhecido: os projetos desenvolvidos através das empresas Promovalor e Inland acumularam dívidas de mais de 400 milhões de euros quando o Banco Espírito Santo (BES) caiu. E, tal como recorda o Expresso, levaram, no final de 2017, a uma reestruturação da dívida com o Novo Banco, com a entrega de ativos a um fundo gerido pela Capital Criativo.