Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Custos de construção de casas novas aceleram em tempos de pandemia: subiram 2,5% em agosto

Em causa estão dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Photo by Guillaume TECHER on Unsplash
Photo by Guillaume TECHER on Unsplash
Autor: Redação

Os custos de construção de habitação nova em Portugal registaram um aumento de 2,5% em agosto, mais 0,4 pontos percentuais (p.p.) que o observado no mês anterior, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Os preços dos materiais e da mão de obra também subiram: apresentaram, respetivamente, variações de 1,3% (0,9% no mês anterior) e de 4,3% (3,8% em julho) face ao período homólogo.

“Em agosto, a variação homóloga estimada do Índice de Custos de Construção de Habitação Nova (ICCHN) foi 2,5%, taxa superior em 0,4 p.p. à observada em julho. No mês em análise, os preços dos materiais aumentaram 1,3% (0,9% no mês anterior). O custo da mão de obra aumentou 4,3% em agosto (3,8% em julho)”, lê-se no relatório divulgado.

O custo da mão de obra contribuiu com 1,7% para a formação da taxa de variação homóloga do ICCHN. Já a componente dos materiais contribui com 0,8% para a variação total do índice.

Variação em cadeia

De acordo com o documento, a taxa de variação mensal do ICCHN foi -0,1% em agosto. O custo dos materiais registou uma variação de 0,3% e o custo da mão de obra diminuiu 0,6%.

A componente de mão de obra contribuiu com -0,3% para a formação da taxa de varação mensal do ICCHN, sendo a contribuição dos materiais de 0,2%.