Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Skyline, o megaprojeto imobiliário que vai nascer em Gaia assinado por Souto Moura

Investimento de 100 milhões de euros realizado pelo grupo Fortera na construção de um empreendimento que inclui hotel, centro de congresso e apartamentos.

Fortera
Fortera
Autor: Redação

Com o arranque previsto das obras para o próximo ano, o objetivo do grupo Fortera é ter o empreendimento Skyline localizado na Rua General Torres, em Vila Nova de Gaia, concluído dentro de dois ou três anos. O projeto imobiliário, que será assinado pelo arquiteto Souto Moura, implica um investimento superior a 100 milhões de euros e contempla a construção de um hotel de 160 quartos, um centro de congressos, e 100 apartamentos.

“Vamos iniciar a obra em 2021 e conclui-la em 2-3 anos, sendo criados 500 novos postos de trabalho”, informa Elad Dror, CEO do grupo Fortera, destacando que "o projeto é totalmente distinto na região e até no país e conseguir a assinatura de Souto Moura (vencedor do prêmio Pritzker em 2011) para esta obra é algo que nos deixa extraordinariamente empolgados por ser um nobel, um ícone da arquitetura, que vai acrescentar um enorme valor patrimonial ao projeto e à região”.

Fortera
Fortera

 
O Skyline, segundo informa a empresa em comunicado, é um "ecossistema" de comércio, serviços, residencial, lazer, dividido por cinco áreas distintas: um hotel de 20 andares com 160 quartos, um centro de congressos para eventos e exposições com capacidade para 2.000 pessoas, uma praça e superfícies comerciais, 16.000m2 de escritórios e 10.000m2 de área residencial.

Quem é a Forter Properties?

Fundada em 2015, a Fortera é uma empresa de direito português, que atua no ramo imobiliário de luxo, "com objetivo de ser um dos importantes players do setor em Portugal". 

As suas grandes áreas de atuação centram-se na aquisição de imóveis para construção de raíz ou reabilitação de espaços para fins hoteleiros ou residencial. A atividade iniciou-se a Norte, no grande Porto, mas é na cidade Invicta e em Espinho onde incidem, por enquanto os principais investimentos, particularmente nas zonas da Boavista, Santo Ildefonso, Nevogilde, Campanhã.

Atualmente, tem já vários projetos concluídos e comercializados, sendo que será em 2019 que a grande maioria dos projetos residenciais e os primeiros dois grandes investimentos hoteleiros estarão concluídos.

Fortera
Fortera