Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Sonae conclui compra de 20% da Sonae Sierra ao grupo Grovesnor

Autor: Redação

O negócio está fechado. A Sonae concluiu a compra de uma participação de 20% na Sonae Sierra ao grupo Grosvenor por 255,9 milhões de euros, depois da aprovação das autoridades da concorrência competentes. Atualmente, a empresa visada - que se dedica ao ramo imobiliário e que gere centros comerciais em todo o mundo - , é detida pela Sonae (50%) e pela Grosvenor (50%). Com a aquisição agora concluída, a Sonae reforça a posição, passando a deter 70%.

“A Sonae – SGPS, SA vem pelo presente informar que, na sequência da aprovação por parte das autoridades da concorrência competentes, foi hoje concluída a transação nos termos anunciados ao mercado no passado dia 14 de julho, de aquisição de uma participação de 20% da Sonae Sierra, SGPS, SA ao grupo Grosvenor, pelo valor total de 255,9 milhões de euros“, lê-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

De recordar que a Comissão Europeia validou a aquisição da Sonae Sierra pela Sonae, em agosto, ao concluir que a operação “não levanta inquietações a nível de concorrência”, uma vez que a empresa dedicada ao ramo imobiliário já era controlada pela multinacional portuguesa antes da aquisição.

De recordar que a Sonae está também a analisar a possibilidade de colocar em bolsa a sua carteira de imobiliário e retalho. Num comunicado enviado à CMVM, em maio, a multinacional esclareceu que o objetivo é o de dispersar as ações das participadas Sonae MC (o negócio de retalho alimentar) e a Sonae RP (a sociedade que gere a propriedade imobiliária de retalho do grupo), sem perder a posição maioritária.

A Sonae MC e a Sonae RP combinadas geraram, no primeiro trimestre deste ano, um volume de negócios de 963 milhões de euros e um EBITDA subjacente de 55 milhões de euros.