Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Sacyr Somague e Teixeira Duarte ganham obra em Moçambique por 107 milhões

Autor: Redação

A Sacyr Somague, através da sua participada Sacyr Somague Moçambique, será responsável, em consórcio com a Teixeira Duarte, pela execução dos trabalhos de construção das fases um e dois das instalações portuárias do Projeto de Desenvolvimento do Porto de Nacala, em Moçambique.  

O contrato ascende a 123,2 milhões de dólares (107 milhões de euros) e já foi “emitida a ordem de serviço para o início da execução dos trabalhos, os quais decorrerão por 36 meses”, revela a Sacyr Somague em comunicado, adiantando que a cerimónia oficial da colocação da primeira pedra do projeto realizou-se dia 3 de outubro.

“A obra consiste essencialmente em trabalhos de construção de um novo cais, com 400 metros de comprimento, em estrutura em betão armado, dragagens e aterros com materiais de provenientes da dragagem, estrada de acesso com um quilómetro, oito hectares de pavimentos em betão no parque de contentores, execução de infraestruturas elétricas, telecomunicações, água e esgotos, construção dos edifícios administrativos de apoio à operação do Porto de Nacala e ainda a reabilitação do terminal ferroviário de contentores”, lê-se no documento.

Com este negócio, a Sacyr Somague Sacyr dá continuidade à sua já longa presença em Moçambique, que remota à execução do Porto da Beira em 1963. Nos últimos 20 anos, a empresa tem sido responsável pela execução de diferentes edifícios e projetos de infraestrutura, como por exemplo o Corredor Ferroviário de Nacala, que ficou concluído no ano passado.