Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

“Apesar do momento adverso, continuamos a ter interesse de muitos investidores em continuar no país"

Real Estate Boutique, com 50% de clientes internacionais, conta que fez "mais de 3 milhões de euros de transacções" nas últimas semanas.

Real Estate Boutique
Real Estate Boutique
Autor: Redação

O negócio da Real Estate Boutique, que está presente em Portugal desde 2014, atuando nos segmentos Boutique e Corporate, vai de vento em popa. Isto em plena pandemia de novo coronavírus. A imobiliária iniciou o primeiro trimestre de 2020 gerando cerca de 10 milhões de euros em transações e abriu a sua segunda loja de rua no Porto, no Largo do Pinheiro Manso. E mais: passou a representar a rede Luxe Places International Realty em exclusivo em Lisboa e na Invicta.

A mediadora adianta, em comunicado, que mais de 50% do seu negócio está concentrado em clientes internacionais, com maior incidência nos mercados do Médio Oriente (Israel e países Árabes) e norte-americano (EUA e Canadá).

“Apesar do momento ser adverso, a verdade é que Portugal entrou na moda e continuamos a ter interesse de muitos investidores em continuar a investir no nosso país. Até ao momento, todas as transações que tínhamos em curso antes do período de confinamento foram fechadas com sucesso, não tendo ocorrido qualquer desistência. Nas últimas quatro semanas concluímos com sucesso mais de 3 milhões de euros de transacções, algumas associadas a candidaturas ao visto gold”, revela Ricardo Guerreiro, CEO da Real Estate Boutique.

Sobre o facto da imobiliária passar a representar a rede Luxe Places International Realty em exclusivo em Lisboa e no Porto, a mediadora salienta que a plataforma Luxeplaces.com reúne no mesmo portal um conjunto superior a 50 Boutique Luxury Agencies, localizadas nas cidades mais relevantes distribuídas por todos os continentes e que atuam de forma colaborativa, referenciando clientes e promovendo imóveis na mesma plataforma.

“Analisámos durante bastante tempo a possibilidade de aderir ao projeto Luxeplaces.com e decidimos avançar neste momento, dado que esta plataforma, em conjunto com o acesso privilegiado que nos oferece a um conjunto muito alargado de mercados através de mais de 50 novos parceiros locais, referencia também a excelente proposta de valor que Portugal tem para oferecer”, explica Ricardo Guerreiro.

“Considerando que enfrentamos uma crise sem precedentes (...), este é também o momento ideal para aderir a uma plataforma global, que oferece uma exposição ímpar de nível internacional, a todos os imóveis cuja venda representamos. Em conjunto com as ferramentas de comunicação à distância e a nossa experiência de vários anos em mercados como Israel, Arábia Saudita ou Vietname, estamos muito confiantes na obtenção de resultados a muito curto prazo”, conclui.