Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Decisões e Soluções aposta no imobiliário de luxo e cria nova marca premium

Chama-se DS Private e vai trabalhar o segmento de imóveis de luxo. O objetivo é abrir 30 agências em território nacional dentro de dois anos.

Adriano Nogueira Pinto e Paulo Abrantes, do grupo DS / DS
Adriano Nogueira Pinto e Paulo Abrantes, do grupo DS / DS
Autor: Redação

O grupo Decisões e Soluções (DS) decidiu lançar uma nova marca premium direcionada ao mercado imobiliário de luxo. Chama-se DS Private e vai trabalhar a área imobiliária no segmento premium, mas também a intermediação de crédito e construção de imóveis. O objetivo é abrir 30 agências em território nacional, dentro de dois anos.

O modelo de negócio será semelhante ao de franchising  - para abrir uma agência DS Private o investimento rondará os 40.000 euros, segundo o grupo, já incluídas as despesas de direito de entrada, mobiliário e obras necessárias, adaptação do espaço ao layout e imagem da marca.

“A decisão da entrada no segmento premium dos imóveis de luxo, vem no sentido de tornar o leque de insígnias do grupo Decisões e Soluções (DS) cada vez mais completo e capaz, o que se revela ainda mais pertinente quando vemos os resultados que este segmento em específico tem vindo a alcançar, mesmo em tempos de pandemia”, comenta Paulo Abrantes, diretor geral da DS Private e do grupo DS.

“Pretendemos abrir várias agências no nosso país, mas também em vários países a nível internacional. A nível nacional o processo de expansão será feito pela própria marca, a nível internacional o processo de expansão será feito pelos representantes da marca em cada país”, acrescenta ainda.

Segundo Adriano Nogueira Pinto, diretor coordenador nacional e internacional da DS Private, acredita que este será um "projeto vencedor". "O conhecimento do mercado, o espectro de serviços completo, e a estrutura (tecnológica e de talento) existente hoje no grupo DS afirmam-se como algumas das vantagens competitivas da DS Private, e que nos transmitem a confiança necessária para a prossecução deste projeto", remata o responsável.