Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Construtoras do Grupo Lena põem CGD em tribunal: valor da ação supera 258 milhões de euros

Autores desta ação são a Always Special, a Lena SGPS, a Lena Engenharia e Construção SGPS SA e a Lena Engenharia e Construção SA.

Imagem de Erich Westendarp por Pixabay
Imagem de Erich Westendarp por Pixabay
Autor: Redação

As construtoras Always Special e Lena SGPS, detidas pela família Barroca Rodrigues, avançaram com uma ação no tribunal de Lisboa contra a Caixa Geral de Depósitos (CGD) no valor de 258 milhões de euros. De recordar que, soube-se recentemente, o Grupo Lena foi extinto com a fusão das construtoras Lena SGPS e Lena Engenharia Construção na já referida Always Special.

A notícia é avançada pelo ECO, que adianta que o processo de ação comum deu entrada segunda-feira (8 de fevereiro de 2021) no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa. Os autores desta ação são a Always Special, a Lena SGPS, a Lena Engenharia e Construção SGPS SA e a Lena Engenharia e Construção SA, sendo o valor da ação dirigida ao banco público o seguinte: 258.249.760,87 euros. 

“Por ser um tema de cariz judicial, a administração das empresas indicadas não farão, por ora, qualquer manifestação pública”, disse a direção de marketing do Grupo Nov (antigo Grupo Lena), citada pela publicação. A CGD, por seu turno, referiu que ainda não foi notificada deste processo, pelo que fará uma análise da petição quando tal acontecer.

As construtoras da família Barroca Rodrigues surgiram há dois anos na lista dos grandes devedores da CGD, com dívidas na ordem dos 90 milhões de euros, segundo revelou a auditoria da EY.

De acordo com a publicação, a fusão da Lena SGPS e da Lena Engenharia Construção na Always Special, uma operação que aconteceu no final do ano passado, teve como objetivo simplificar as estruturas grupo e racionalizar custos. Desta forma, o Grupo Lena extinguiu-se, mas a responsabilidade pelas dívidas foi “transferida” para a Always Special.