Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

BNP Paribas investe 12 milhões na adaptação dos escritórios do Urbo Business Centre (Porto)

Predibisa
Predibisa
Autor: Elisabete Soares (colaborador do idealista news)

O banco francês BNP Paribas vai investir 12 milhões de euros na adaptação dos escritórios do Urbo Business Center, um edifício novo localizado na Senhora da Hora, em Matosinhos, onde vai concentrar a maioria das operações distribuídas pela região do Porto.

A assinatura de contrato de arrendamento, entre o grupo DST e o BNP Paribas, foi realizada esta sexta-feira (18 de janeiro de 2019) e contou também com a presença de Luísa Salgueiro, presidente da Câmara Municipal de Matosinhos.

O BNP Paribas irá ocupar quase toda a área bruta locável disponível do Urbo Business Center, cerca de 15.000 metros quadrados (m2), sendo que o contrato de arrendamento, feito por um período de 10 anos, é renovável por mais cinco anos. 

O edifício Urbo Business Center representa um investimento total – inclui terreno e construção – superior a 38 milhões de euros, assumido pelo grupo DST. 

Vários equipamentos a ser executados

A operação de acabamentos e decoração dos espaços de escritórios – conhecida no mercado como ‘fit out’ –, que fica normalmente a cargo do ocupante dos espaços, vai desenvolver-se a partir de agora, depois da entrega do imóvel.

De acordo com José Teixeira, do grupo DST, o BPN Paribas “vai nos próximos meses desenvolver um conjunto de obras”, em que se destaca a construção de “um anfiteatro” e de “um refeitório” e, numa componente estética, com a colocação de “uma peça de arte no hall de entrada”. Isto além da “adaptação dos seis pisos de escritórios”.

Predibisa conduziu operação de arrendamento

O BPN Paribas é o principal ocupante do edifício Urbo, sendo que esta é uma das maiores operações de arrendamento de escritórios concretizada em 2018 no Grande Porto. Uma operação de arrendamento que foi levada a cabo pela consultora Predibisa.

O edifício, que tem uma capacidade total de aproximadamente 1.500 postos de trabalho, irá acolher a maioria das empresas do BNP Paribas que já se encontram no Porto, dispersas por vários edifícios, como é o caso da Arval, do BNP Paribas Banking, dos departamentos de factoring e de leasing e da International Trade Partners.

O edifício Urbo contará ainda com um segundo arrendatário, uma loja com 1.000 m2 que ocupa parte do rés do chão e que será ocupada por uma entidade financeira ligada à recuperação de créditos.

Projeto inovador e de arquitetura vanguardista 

Projetado por Nuno Ferreira Capa, o edifício Urbo Business Center combina um design arrojado, com uma arquitetura vanguardista. Na opinião do arquiteto,  o imóvel “representa uma aposta nas mais recentes e inovadoras tecnologias e nas mais modernas soluções de eficiência energética, que irão permitir a este edifício obter a certificação BREEAM GOOD”.

O projeto aplicou um conjunto de novas técnicas, desde a construção de toda a estrutura do edifício em revestimento metálica até à utilização de sistema de fachadas prefabricadas e envidraçadas, que foram desenvolvidas no seio das empresas do grupo DST.

Apostar em projetos semelhantes

Para José Teixeira, o Urbo Business Center “é um projeto que representa muito daquilo que o grupo [DST] antevê como o futuro do imobiliário, isto é, o desenvolvimento de soluções ‘chave na mão’, numa perspetiva inovadora, com recurso a soluções técnicas e ambientais inovadoras, desenvolvidas e produzidas internamente pelo grupo". 

Na construção do imóvel estiveram envolvidas várias empresas do grupo DST. Construído pela CARI, S.A., teve a Bysteel como responsável pelo projeto de estruturas e solução de construção metálica, a DTE na parte das instalações elétricas, AVAC e outras instalações especiais e, finalmente, a Bysteel fs, que assinou o sistema de fachadas envidraçadas pré-fabricado.