Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

CMVM aponta falhas na avaliação de imóveis

Processo geral de avaliação de imóveis gerou muita polémica
Autor: Redação

O processo geral de avaliação de imóveis, que fez com que o Valor Patrimonial Tributário dos mesmos subisse bastante, gerou bastante polémica. Segundo o Diário Económico, que cita a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a referida avaliação foi feita sem critérios consistentes, tendo o regulador identificado “deficiências, nomeadamente quanto à valorização de participações em sociedades imobiliárias e à consistência dos critérios de valorização de imóveis”.

De acordo com a publicação, as falhas que surgem em linha com as reservas apontadas pelos auditores externos, cujos relatórios analisados pelo regulador liderado por Carlos Tavares identificam “problemas relacionados com a avaliação dos ativos, como sejam o não reconhecimento de imparidades e o facto de existirem avaliações de imóveis com antiguidade superior ao prazo legal [dois anos]”. A CMVM fala ainda em “incerteza nos pressupostos utilizados na avaliação de imóveis por parte dos peritos avaliadores”.

Tendo por base o relatório da CMVM, conclui-se que a rotação de peritos avaliadores é mínima, uma vez que existem apenas 102 peritos com avaliações efetuadas, o que corresponde a menos de um quinto dos 549 peritos registados.