Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Reabilitação: edifício centenário “renasce” em Lisboa com casas de luxo após investimento de nove milhões

Autor: Redação

O edifício Rodrigo da Fonseca 49, que data originalmente de 1910 e está situado na rua Rodrigo da Fonseca, perto da Avenida da Liberdade, vai nascer renovado em janeiro do próximo ano, estando a ser alvo de intervenções de reabilitação. Em causa estão seis luxuosos apartamentos de tipologias T3, T5+1 e T5+2 com áreas entre 180 e 325 m2.

Segundo a JLL, que está a comercializar o empreendimento – promovido pela Selecta e que representa um investimento de cerca de nove milhões de euros – em co-exclusividade com a consultora Cobertura, “o projeto pretende distinguir-se pela oferta residencial de exceção, mas também como um edifício charmoso que conjuga a personalidade clássica das suas linhas arquitetónicas com as exigências da modernidade”.

“As janelas de grande amplitude serão uma imagem de marca dos apartamentos, que dispõem de equipamentos e acabamentos de elevada qualidade e recorrem a materiais de grande nobreza”, acrescenta a consultora, em comunicado.

Para Diogo Pinto Gonçalves, administrador da Selecta, este projeto “permite resolver uma lacuna no mercado de Lisboa, oferecendo apartamentos de grande dimensão que conjugam o formato tradicional com a modernidade do presente”. “É um orgulho para nós ver renascer este edifício de 1910, que agora permite satisfazer as necessidades de um mercado mais exigente, conjugando num edifício histórico todas as condições de comodidade, estética e conforto, além de uma qualidade de construção ímpar”, adianta.

Também Patrícia Barão, diretora do Departamento Residencial da JLL, elogia as obras de reabilitação no edifício Rodrigo da Fonseca 49, considerando que aliam “o respeito pela herança histórica do imóvel às necessidades de conforto da vida contemporânea”. “São projetos como este que provam que a reabilitação não precisa de ser exclusivamente feita em larga escala para mudar o rosto de uma cidade. São as intervenções edifício a edifício que têm, pouco a pouco, alterado a paisagem urbana de Lisboa”, salienta.

Já Rui Pereira da Silva, administrador da Cobertura, revela que o empreendimento “está a atrair não só interessados nacionais, mais muitos estrangeiros que reconhecem ser esta uma das mais conceituadas avenidas do mundo [a Avenida da Liberdade]”. “Pensado para famílias numerosas, este empreendimento é muito valorizado pelas amplas áreas, elevados pés-direitos, varandas, terraços e jardins dos seus apartamentos. Um excelente exemplo de uma reabilitação urbana de sucesso que vem seguramente acrescentar valor à malha urbana da nossa capital”, conta.