Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Lisboa: Sabes o que vai mudar entre o Marquês de Pombal e o Campo Pequeno?

Projeto para a futura Praça do Saldanha (Foto: Público).
Autor: Redação

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) prevê investir 9,4 milhões de euros para “regenerar o eixo central da cidade”, numa operação que se estende do Marquês de Pombal ao Campo Pequeno. A ideia passa por aumentar o espaço público pedonal e dinamizar o comércio e equipamentos.

Segundo o Público, a proposta da autarquia, que prevê o lançamento de um concurso público com vista à concretização desta empreitada, a concretizar no máximo em 365 dias, foi aprovada quarta-feira (dia 9) em reunião camarária. Só o CDS se opôs à intervenção, por considerar que não foram devidamente discutidos os impactos que terá a supressão prevista de faixas de rodagem e de lugares de estacionamento nesta zona da cidade.

Para Manuel Salgado, vereador do Urbanismo, o objetivo da intervenção a concretizar no eixo central é “fomentar e potenciar o crescimento de uma grande centralidade, articulando (...) a rede viária, a rede ciclável e a rede pedonal estruturante da cidade, aumentando as zonas de estadia, numa zona que é considerada o ‘coração’ do Central Business District da cidade de Lisboa”.

A CML, refere a publicação, baseando-se na proposta camarária, propõe-se “interligar” a Praça Duque de Saldanha “com a futura Praça de Picoas”. Na primeira dessas praças haverá uma “transposição da circulação em rotunda para a faixa de estacionamento atual”, um “corte da ligação da Av. Praia da Vitória à rotunda”, a criação de ciclovias, a relocalização do parque de táxis, a eliminação de estacionamento e a introdução de árvores e de “mais espaço para o peão ao longo da rotunda, com possibilidade de criação de esplanadas e outras zonas de estadia”.

Clica neste link (uma notícia do Expresso) para veres mais fotos.