Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

A propriedade do milionário português apanhado no escândalo Panama Papers

A Quinta do Fontelo está localizada em Queirã, Vouzela (Fotos: www.quintadofontelo.com).
Autor: Redação

Idalécio Castro Rodrigues de Oliveira anda nas bocas do mundo por estar a ser investigado no âmbito da operação Lava Jato e por ter uma ligação, por essa via, ao escândalo internacional Panama Papers. O empresário português é proprietário da Quinta do Fontelo, localizada no Carregal, freguesia de Queirã, Vouzela. Tem cerca de 50.000 m2 e é gerida por familiares, sendo que inclui uma casa de turismo rural.

Segundo o Jornal de Notícias, a Qunta do Fontelo tem piscina exterior, campo de ténis e cavalos, entre outros luxos.

A mãe e o irmão de Idalécio Castro Rodrigues de Oliveira têm casa no Carregal, mas Idalécio há mais de 30 anos que emigrou para Angola, tendo três filhos, um deles a viver no Porto, escreve a publicação.

Entretanto, citado pelo Diário Económico, Jorge Oliveira, irmão de Idalécio Oliveira, disse ter levado “um murro no estômago” com as notícias que envolvem o seu irmão e referiu que não tem “a noção do que se está a passar”. Jorge Oliveira adiantou que entrou em contacto telefónico com o irmão e que este lhe disse que se trata de “um assunto dele e que resolverá com quem de direito na altura certa”.

A investigação Panama Papers envolve o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (CIJI) e iniciou domingo a divulgação de milhões de documentos que revelam um complexo esquema de “offshores” envolvendo centenas de personalidades, entre chefes de Estado, políticos, banqueiros, criminosos, atores e jogadores de futebol que usaram paraísos fiscais para esconder dinheiro e património.