Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Estas 10 ruas são as mais caras para comprar casa em Portugal. Lisboa domina ranking

As zonas mais exclusivas do mercado português
Ruas de luxo em Portugal
Autor: Redação

Os preços das casas em Portugal dispararam. No primeiro trimestre do ano, aumentaram 7,9% face ao mesmo período do ano passado. A euforia em torno do imobiliário nacional chegou também ao segmento de luxo. Segundo um estudo realizado pelo idealista, as dez ruas mais exclusivas do mercado português encontram-se em Lisboa, Cascais, Algarve e Porto.

A Rua do Salitre, no centro da capital – junto à Avenida da Liberdade –, é a zona com a habitação à venda mais cara em Portugal. Os proprietários pedem pelos seus imóveis em média 2.923.195 euros. Segue-se a Avenida Brasil, em Cascais, com um preço médio de 2.487.647 euros. A completar o pódio está o Loteamento Fonte Santa, em Quarteira, na região do Algarve, com um preço médio de 2.450.385 euros.

A quarta morada com os preços mais exclusivos para comprar casa é a Rua de Sobreiras, no Porto, onde o valor médio dos imóveis é de 2.013.125 euros. O quinto lugar do ranking é ocupado pela Rua Fernão Mendes Pinto, em Belém, Lisboa (1.945.319 euros), e a Rua a Gazeta d’Oeiras, em Oeiras, Lisboa, surge na sexta posição (1.777.750 euros).

No Estoril, em Lisboa, encontra-se a sétima rua mais cara do país para comprar uma casa, a Rua Dom Afonso Henriques. Nesta zona, o preço médio é de 1.732.270 euros.

O top dez das ruas mais caras para comprar casa em Portugal fica completo com a Rua António Saldanha, em Lisboa (1.688.363 euros), a Avenida Marechal Gomes da Costa, no Porto (1.652.000 euros), e a Urbanização Vale do Lobo, no Algarve (1.572.090 euros).

De referir que para a elaboração deste estudo o idealista analisou o preço médio absoluto de apartamentos e moradias anunciados na mesma rua. Para evitar distorções nos dados, apenas se consideraram as ruas que contavam com um mínimo de 10 anúncios. No entanto, este estudo apenas mostra os preços médios das ruas, o que não significa que sejam as casas mais caras de cada mercado.

Estas são as ofertas do mercado imobiliário, nas zonas mais caras do país: