Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Como deixar a casa “pagar” as férias: dicas para potenciar a rentabilidade de um imóvel

Hostmaker
Hostmaker
Autor: Redação

Tinhas uma casa vazia e decidiste convertê-la num alojamento local, mas agora não sabes muito bem que passos deves dar para torná-la “apetecível”. A verdade é que há muitas formas de potenciar os espaços, sejam eles maiores ou mais pequenos, mas é preciso prestar muita atenção aos detalhes. A rentabilidade que conseguirás retirar de um imóvel dependerá sempre da quantidade de esforço que lhe decidires dedicar.

E se a casa arrendada pagasse as (tuas) férias? Marta Salgado, Assistant General Manager da Hostmaker, empresa de gestão de propriedades, explica como podem alcançar-se lucros superiores a 30% com a casa, tirando partido das suas características. Eis cinco dicas a não perder de vista.

Fotografia

Fotografias com boa luminosidade são fundamentais. É importante destacar os melhores ângulos e garantir que elementos como fios / itens expostos não aparecem nas fotografias. É importante que tenham boa resolução para se adaptarem às diferentes plataformas e obter visibilidade máxima.

A disposição dos móveis é fundamental / Hostmaker
A disposição dos móveis é fundamental / Hostmaker

Decoração

A apresentação e o estilo da propriedade deverão responder a um padrão de hotel, mas com um toque de "casa". “Os hóspedes apreciam as camas feitas de uma maneira padrão, um número fixo de toalhas, lençóis, papel higiénico e produtos de higiene pessoal. O mesmo se deve refletir também nas fotografias”, refere Marta Salgado. A organização da casa com móveis de qualidade é, obviamente, a base para uma excelente apresentação e estilo, segundo a especialista. A Hostmaker, por exemplo, disponibiliza uma equipa que ajuda os proprietários a escolher a melhor decoração para o espaço.

Um espaço clean, mas atrativo / Hostmaker
Um espaço clean, mas atrativo / Hostmaker

Ingredientes secretos

Há pequenos detalhes que podem fazer toda a diferença na hora de definir o valor da casa. Por exemplo:

  • Um sofá-cama para aumentar a capacidade de dormir mais uma ou duas pessoas;
  • Adicionar um serviço de Netflix ou semelhante vai fazer com que os hóspedes se sintam realmente em casa;
  • Adicionar um berço para uma casa de família é algo fundamental para famílias com crianças e pode aumentar em 20% a receita por dia;
  • Optar por peças decorativas irreverentes e com maior potencial para fotografar. “Um bar ou um baloiço para relaxar na sala podem ser o toque extra que faltava na decisão do inquilino”, refere Marta Salgado.

Comodidades

Uma das maiores comodidades é o check-in automático ou sem chave. Com hóspedes cada vez mais modernos e tecnológicos, a preferência pela flexibilidade de horários é sempre um ponto positivo. Por exemplo, na Hostmaker, 55% dos hóspedes escolhem a opção de check-in automático através de códigos. Uma solução que evita perder chaves ou outro tipo de problemas de segurança.

O estilo de decoração da casa é um aspeto muito valorizado / Hostmaker
O estilo de decoração da casa é um aspeto muito valorizado / Hostmaker

Pricing

Perceber as tendências de preços e ter em conta fatores diversos como as épocas festivas, conferências e outros eventos que podem gerar maior procura é fundamental. “Um dos pontos fulcrais para poder maximizar a rentabilidade da propriedade passa por promoções e descontos estratégicos para épocas de menor procura e ofertas especiais direcionadas a viajantes corporativos, um tipo de inquilinos que procuram qualidade e de sentir que estão numa casa, longe de casa”, remata a especialista.