Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Park Avenue: o projeto nova-iorquino à moda do Porto que vai ter casas de 2,5 milhões

Predibisa
Predibisa
Autor: Redação

Para ter casa no Park Avenue, um empreendimento residencial que vai nascer no Porto e que evoca uma famosa avenida em Manhattan (EUA), serão precisos pelo menos 260.000 euros. Os preços podem chegar, ainda assim, aos 2,5 milhões. O projeto residencial de 24 apartamentos, com tipologias entre o T1 e o T4+1, deverá estar concluído em 2021.

O edifício premium, inspirado na emblemática zona residencial nova-iorquina, partilha com ela a “qualidade de construção e de acabamentos, bem como uma localização privilegiada com vista para um espaço verde de referência”, refere o comunicado da Predibisa, responsável pela comercialização do empreendimento.

Promovido pela ODD – Real Estate Development Lda, empresa associada ao Grupo ACA, e projetado pelo arquiteto José Carlos Cruz, o edifício “reúne o melhor de dois mundos, aliando as mais recentes tecnologias da domótica ao contacto com a natureza do Parque da Cidade”. O empreendimento vai incorporar diferentes soluções tecnológicas, nomeadamente o controlo de iluminação, aquecimento e arrefecimento, acessos, vedação de luz e deteção de intrusão.

Composto por um rés-do-chão, a que se juntam quatro pisos e um recuado, o Park Avenue oferece, em plena cidade do Porto, “a vantagem de ter jardins privativos, varandas espaçosas e terraços em apartamentos com áreas entre os 59 metros quadrados (m2)e os 418 m2de área habitável”. Os apartamentos incluem garagens em box fechada distribuídas por dois pisos de cave.

“Este é um projeto de grande importância no panorama da nova construção da cidade do Porto, não só pela zona nobre onde se insere, mas também pela forma como foi pensado para responder às necessidades de um segmento que procura qualidade de vida em ambiente urbano sem descurar o lado mais simples de contacto com a natureza”, refere Ana Jordão, responsável pelo departamento residencial da Predibisa.