Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Promoção imobilária

Últimas notícias sobre "Promoção imobilária" publicadas em idealista.pt/news

Round Hill Capital e TPG Real Estate Partners (TREP)

Projeto LUMINO nasce no Campo Pequeno: serão 300 apartamentos e 380 camas para estudantes

Está a nascer no Campo Pequeno, em Lisboa, um empreendimento com cerca de 300 apartamentos residenciais de alta qualidade, com 27.000 metros quadrados (m2), e 380 camas para estudantes, com 10.440 m2. As obras de construção do projeto LUMINO, como se chama, já arrancaram, bem como a sua comercialização, e a conclusão dos trabalhos está prevista para o segundo semestre de 2022. Em causa está um investimento de 150 milhões de euros a cargo da Round Hill Capital, empresa líder global especializada em investimento imobiliário, desenvolvimento e gestão de ativos, e da TPG Real Estate Partners (TREP), plataforma de investimento em capital imobiliário da empresa global de ativos alternativos TPG.

Notícia sobre:
Imagem 3D de um dos lofts do Priority, em Alcântara / Inlighted

Acciona/CleverRed aposta forte em Portugal: “Analisamos projetos quase todas as semanas”

“A CleverRed nasceu para, em conjunto com o Grupo Acciona, expandir a nossa presença em Portugal no setor residencial”, diz ao idealista/news Carlos Cercadillo, um espanhol que está “em Lisboa há tempo suficiente para ser considerado um investidor de referência na cidade”. “Invisto muito tempo a visitar terrenos e edifícios. Isso permite-me partilhar com a Acciona oportunidades muito interessantes”, conta o fundador e presidente da empresa, que está a desenvolver quatro projetos em Portugal. “O nosso plano é continuar a investir em projetos que ajudem a diversificar o nosso portfólio, tanto em Lisboa como fora da cidade. (…) Garanto que não vamos estar parados, temos e analisamos projetos quase todas as semanas”. 

Notícia sobre:

266 Liberdade (ex-Diário de Notícias) está concluído e voltará a ter néons

As obras de requalificação do 266 Liberdade, mais conhecido como edifício do Diário de Notícias (DN), estão concluídas – são 34 apartamentos e uma loja no piso térreo –, mas o edifício está, neste momento, sem as suas típicas letras góticas no topo. Estão a ser feitas “pequenas reparações” nas mesmas e colocados néons, que pretendem devolver a luz que em tempos dali emanou. E depois voltarão a ser colocadas no local original, revelou Aniceto Viegas, diretor-geral da promotora imobiliária Avenue, que comprou o imóvel, no final de 2016, por cerca de 20 milhões de euros.

Notícia sobre:
Terraços do Monte, na Graça, em Lisboa / Vanguard Properties

Os projetos da Vanguard Properties à lupa: mexicanos e norte-americanos atentos ao luxo

A Vanguard Properties (VP) começou a fazer as primeiras aquisições de imóveis em Portugal em 2016, e desde então foi sempre a somar, sendo atualmente umas das promotoras imobiliárias mais ativas no mercado nacional. Um dos primeiros projetos que adquiriu encontra-se na Graça, em Lisboa, onde vai nascer o Terraços do Monte, que a empresa pretende que seja um edifício “super premium”, uma espécie de “nova versão do Castilho 203”. Sobre este projeto, José Cardoso Botelho, Managing Director da VP, diz, em entrevista ao idealista/news, que terá 15 apartamentos, menos que o inicialmente previsto, bem como “duas penthouses excecionais”. O resonsável adianta, ainda, que neste segmento mais alto a VP tem recebido manifestações de interesse de mercados completamente novos, nomeadamente oriundos do México e dos EUA.

Notícia sobre:

Antigo Hospital CUF Infante Santo será um condomínio de luxo com 87 apartamentos

O antigo Hospital CUF Infante Santo, em Lisboa, será um condomínio de luxo com 87 apartamentos com tipologias T1 a T4 duplex e áreas dos 53 aos 235 metros quadrados (m2). O Villa Infante, como se chamará, “sairá do papel” depois do antigo hospital ter sido comprado pela promotora imobiliária Avenue, que investirá cerca de 60 milhões de euros no projeto. A construção deverá arrancar já em fevereiro e estima-se que o empreendimento, que terá a assinatura do arquiteto Frederico Valsassina, estará concluído no primeiro trimestre de 2023.

Notícia sobre:

Rio Capital desafia a pandemia e investe 65 milhões em Portugal até 2022 em projetos imobiliários

A Rio Capital, promotora imobiliária de origem brasileira que chegou a Portugal há dois anos, está a apostar forte no país, nomeadamente tendo em vista o aumento da oferta de projetos residenciais para a classe média portuguesa. O seu mais recente empreendimento chama-se Avenida Living e encontra-se nas Avenidas Novas, em Lisboa, num investimento de nove milhões de euros – são oito apartamentos de alto luxo com tipologias T3, T3 Duplex e T4 e uma loja. A empresa revela que vai investir 65 milhões de euros em imobiliário até 2022: 35 milhões este ano e 30 milhões no próximo. 

Notícia sobre:

Nhood “aterra” em Portugal: tem projetos para 15 cidades num investimento de 500 milhões

Chama-se Nhood e é a nova empresa global de soluções imobiliárias do grupo Associação Familiar Mulliez (AFM), também dono da Ceetrus, dos supermercados Auchan e das lojas Decathlon e Leroy Merlin. A empresa chega a Portugal e a outros nove países com o objetivo de criar, revitalizar e transformar ativos imobiliários de uso misto, bairros e cidades, contribuindo para uma nova visão urbana e para a evolução dos novos modos de vida. Tem projetos para mais de 15 municípios do país – está prevista a criação de mais de 1.700 novas casas – e o plano de gestão de investimentos para os próximos cinco anos (até 2025) utrapassa os 500 milhões de euros.

Notícia sobre: