Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Habitação social na Madeira: Governo regional investe 5,8 milhões na construção de 54 casas

Em causa está a terceira fase da construção do Bairro de São Gonçalo, que contempla três edifícios de três pisos.

Câmara Municipal do Funchal
Câmara Municipal do Funchal
Autor: Redação

A terceira fase de construção do Bairro de São Gonçalo, no Funchal, Madeira, vai arrancar este ano, sendo que serão construídos três edifícios de três pisos, num total de 54 fogos de habitação social, com tipologias T1 a T4. Em causa está um investimento na ordem dos
5,8 milhões de euros. A obra, que estará a cargo da Secretaria Regional de Inclusão Social e Cidadania, através da IHM - Investimentos Habitacionais da Madeira, vai avançar num terreno que tem quase 9.000 metros quadrados (m2).

Segundo o Jornal da Madeira, que se apoia no gabinete da secretária regional da Inclusão e Assuntos Sociais, Augusta Aguiar, “está prevista a delimitação e organização dos espaços exteriores comuns e públicos, de forma articulada com o acentuado declive do terreno e com uma relação volumétrica que se integra da melhor forma com a área envolvente”.

Trata-se de um empreendimento que “vai cumprir todas as recomendações no que concerne à mobilidade, de forma a não existirem barreiras arquitetónicas”, e que terá “uma grande eficiência energética, nomeadamente através da instalação de painéis solares e vidros duplos”, adianta a tutela. 

A Secretaria Regional de Inclusão Social e Cidadania salienta, a propósito deste projeto, que a renovação do Bairro de São Gonçalo “tem sido feita de forma gradual”. Foi em 2011 que nasceu o Complexo Habitacional de São Gonçalo I, com 37 fogos, que representou um investimento total de 2,2 milhões de euros, escreve a publicação, salientando que no ano passado ficou concluída a segunda fase, com 30 apartamentos e um investimento também na ordem dos 2,2 milhões de euros.