Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Londres: como ganhar 120 mil euros em três meses com casas em planta

Autor: Redação

A existência de uma bolha imobiliária em Londres é muitas vezes desmentida mas há dados que começam a indicar que essa é cada vez mais uma realidade. À subida média de cerca de 317 euros diários no preço das casas em janeiro junta-se agora um outro dado: os investidores conseguem ganhar 120 mil euros em três meses a comprar e vender casas em planta, que ainda nem sequer começaram a ser construídas. 

Esta é, pelo menos, a conclusão do site imobiliário Zoopla que dá como exemplo o que está a acontecer na zona de Carlton Vale, a noroeste da capital britânica. Segundo o mesmo site, um apartamento de dois quartos cuja construção não estava concluída valia antes do Natal 400.000 libras (quase 484.000 euros). Pois essa mesma casa acaba de ser vendida por 500.000 libras (cerca de 604.00 euros).

Isto quer dizer que a proprietária ganhou 100.000 libras (mais de 120.000 euros) em três meses e que, na prática, a casa se valorizou mais de 1.300 euros por dia. 

Alguma semelhança com uma bolha imobiliária? Para quem ainda não está convencido, há um último dado: é que esta não foi a primeira vez que esta casa se vendeu. Há um ano, quando ainda nem sequer tinha sido lançada a primeira pedra, a propriedade foi comprada por 335.000 libras (405.000 euros), dando cerca de 60.00 libras de lucro ao vendedor (72.000 euros). 

A “bolha” vai crescendo

A zona de Carlton Vale é, segundo o Zoopla, um dos melhores exemplos da bolha imobiliária que se vive em Londres. As casas do bairro, situado entre as zonas de Queen’s Park e Kilburn Park, ficaram 12% mais caras no ano passado, com um preço médio de 417.760 libras (pouco mais de meio milhão de euros).

“Estas vendas em planta têm associado o risco de que a propriedade se desvalorize depois da venda”, diz Jonathan Harris, agente imobiliário da agência Anderson Harris, que afirma que este tipo de transações fazem com que “as casas valham muito menos do que o que se pagou por elas quando a bolha rebentar”.