Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

10 cidades para “hipsters” que fazem os agentes imobiliários dos EUA esfregar as mãos (fotos)

Autor: Redação

O que é um “hipster”? Muitas pessoas nem devem conhecer o significado desta corrente urbana que agora virou moda, mas outras decidiram tirar o máximo proveito económico desta tendência. Há alguns meses, o site Realtytrac.com publicou uma lista com as cidades ideais nos EUA para estes jovens alternativos com poder de compra e imagem estudada e propositadamente desalinhada. 

O que defendia o site imobiliário era que, com o potencial existente em algumas cidades norte-americanas, como Seattle, Oakland ou Denver, e com os preços baixos pedidos pelas casas, os agentes imobiliários mais inteligentes tinham oportunidade para “criar” comunidades idealizadas para esta nova “tribo urbana”. 

A aposta do Realtytrac.com não gerou empatia aos blogueiros “hipster”, apesar das suas recomendações até fazerem sentido. Segundo dados do Censos dos EUA, em 2012, apenas 41% dos jovens “em idade ‘hipster’” – entre os 25 e os 34 anos – eram proprietários. Ou seja, as estimativas apontam para a existência de cerca de dois milhões de potenciais compradores.

Estas são as 10 cidades ideais para “hipsters” nos EUA:

Fairfax, Virgínia,

Alexandria, Virgínia

Seattle, Washington

Rockville, Maryland

Jersey City. Nova Jérsei 

Falls Church, Virgínia

Hyattsville, Maryland

Oakland, Califórnia

Concord, Califórnia

Denver, Colorado