Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

O tijolo volta à bolsa espanhola: Merlin Properties substitui a falida Abengoa

Autor: Redação

A sociedade de investimento imobiliário Merlin Properties vai ser a próxima a estar cotada no principal índice bolsista espanhol, Ibex 35. A empresa fundada e presidida por Ismael Clemente vai substituir o gigante das renováveis Abengoa, que deixou a praça de Madrid no final de novembro, após o seu inesperado colapso financeiro. 

A decisão do Comité Asesor Técnico del Ibex (CAT), anunciada na semana passada, vai tornar-se efetiva no próximo dia 21 de dezembro. Será nesse momento, que o setor da construção e imobiliário vai recuperar o seu lugar no índice de referência da bolsa espanhola, depois de acumular quase oito anos sem ter nenhum representante. A última companhia vinculada ao negócio imobiliário foi Colonial, que abandonou o Ibex na primavera de 2008.

"Merlin é um claro merecedor de estar neste índice não apenas porque cumpre todos os critérios que se exigem, mas também porque a sua capitalização registou uma evolução muito boa", explicava há dias Natalia Aguirre, diretora de análise de Renta 4.

As Socimi  são sociedades cotadas, sobretudo financiadas por investidores estrangeiros, que se dedicam à compra de ativos imobiliários, sobretudo não residenciais, para arrendar depois com rentabilidade. E Merlin Properties é a primeira das 15 que integra agora o Ibex 35. 

E a chegada desta socimi ao principal índice é, segundo os expertos, uma boa notícia para todo o setor imobiliário. "Demonstra que veio para ficar e que não tem nada a ver com o negócio tradicional em que se apostava por terreno e terreno", afirma a idealista/news, analista de Bankinter Securities.

A Merlin Properties tem 1.020 ativos em propriedade com uma superfície bruta arrendável próxima dos 1,9 milhões de m2, uma taxa de ocupação de 94,5%, uma renda brutal anual que supera os 302 milhões de euros e um período médio de arrendamento à volta dos 10 anos. O seu valor em carteira está nos 5.800 milhões de euros.